nsc
nsc

Congestionamento

Trânsito caótico na Grande Florianópolis é risco a mais para os pacientes; veja os vídeos

Compartilhe

Raphael
Por Raphael Faraco
06/05/2021 - 04h28
Ambulância "trancada" no trânsito da Grande Florianópolis
Ambulância "trancada" no trânsito da Grande Florianópolis (Foto: Reprodução)

De manhã, de tarde ou no começo da noite. Não importa. O horário de pico cada vez mais “estendido” na Grande Florianópolis atrapalha até mesmo as ambulâncias que, teoricamente, têm a preferência.

> Veja como receber as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Mas com o trânsito congestionado na BR-101, não há milagre que permita a equipe levar o paciente até o hospital com a rapidez que os casos mais graves exigem.

Vídeos gravados terça-feira (4) por volta das 16h.

Se você conversar com os socorristas, todos eles vão dizer que pela manhã é ainda pior. 

— Em pacientes infartados por exemplo, cada minuto perdido para a chegada da ambulância ou para a ida deles ao hospital é a certeza de mais sequelas. Em uma parada cardiorrespiratória, o tempo sem suporte de reanimação é menos chances de sobrevida — relatou um socorrista do Samu à coluna.

> Novo auxílio emergencial de Florianópolis deve atender mais de 3 mil famílias

E a obra em andamento para a construção da terceira faixa na BR-101 não serve como justificativa. Mais na frente poderá aparecer como uma solução temporária, mas justificativa não.

Porque essa agonia já fazia parte do dia a dia das equipes de resgate antes das obras começarem.

Vídeo gravado em fevereiro

Se estivesse pronto, o Contorno Viário da Grande Florianópolis certamente evitaria esse caos.  

Uma obra que deveria terminar em 2012, desviando o trânsito pesado de caminhões do trajeto mais movimentado da região metropolitana da capital.

Mas só deve ficar pronta no fim de 2023.

> Saiba quanto vai custar cruzar SC pela BR-101 a partir de maio

Nota da Arteris Litoral Sul

As obras de construção da terceira faixa no sentido norte começaram em fevereiro e estão em ritmo acelerado. Serão mais de 15 quilômetros. Um investimento de R$ 53 milhões para melhorar a mobilidade na região.

Como prevê a reforma de pontes e as adequações dos acessos, há restrição do trânsito 24h e isso traz um impacto maior.

Sobre o Contorno Viário, 2.360 funcionários trabalham nesta que é a maior obra de infraestrutura em execução em Santa Catarina e uma das maiores do país. A concessionária vai investiar ao todo R$ 3,7 bilhões.

O Contorno é um corredor expresso de 50 km, com pista dupla, seis acessos por trevos, quatro túneis duplos, 14 pontes e mais de 20 passagens em desnível. Até o momento, já foram concluídas quatro pontes, seis passagens em desnível, um trevo completo e 9 km de pavimentação.

Certamente a obra vai trazer melhorias para o trânsito na BR-101, além de impulsionar o desenvolvimento econômico do Estado.

Leia também

> Secretaria da Saúde de SC faz apelo e sugere pacto três dias depois do novo decreto

> SC libera eventos e casas noturnas com novas regras até 17 de maio; leia o decreto

> Dona Ivanir volta do Espírito Santo recuperada da Covid-19 e é a personagem da semana em SC

> Sete ferros-velhos são interditados na região da cracolândia em São José

Raphael Faraco

Colunista

Raphael Faraco

Jornalista com mais de 20 anos de carreira, editor e apresentador da NSC TV. Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em SC.

siga Raphael Faraco

Raphael Faraco

Colunista

Raphael Faraco

Jornalista com mais de 20 anos de carreira, editor e apresentador da NSC TV. Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em SC.

siga Raphael Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas