Florianópolis tem uma lista de espaços públicos em que há o desejo de fazer parceria com o setor privado em modelo de concessão. A nova coordenadora do Grupo Técnico de Trabalho do Programa de Parceria Público-Privada e Concessões da prefeitura municipal, Zena Becker, em conversa com a coluna, disse quais os locais em que há o interesse de ceder à gestão privada.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

— Além da Marina (já com contrato de concessão assinado), tem a revitalização do Centro Histórico, o Parque de Remo e toda a área do aterro da Baía Sul em que pode haver parcerias. Não são apenas grandes projetos, existem também espaços menores em que pode haver parceria com o setor privado — diz Zena.

Ex-coordenadora do Movimento Floripa Sustentável, Zena Becker já foi secretária de Turismo de Florianópolis na gestão de César Souza Júnior. Na época, conduziu o processo de Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) no projeto do Parque e Marina Pública da Beira-Mar Norte e firmou a parceria com o SESC que resultou no moderno Museu de Florianópolis, na Praça XV.

Zena será responsável pela coordenação de projetos especiais e de fazer a interlocução com os representantes da sociedade civil.

Continua depois da publicidade

Leia mais:

Professora é ameaçada após tocar hino da Venezuela em escola de SC

Prestes a virar concessão, Rodoviária de Florianópolis quase saiu da Ilha

As duas rodovias federais que envergonham Santa Catarina

Haitiano derruba muro de escola em acidente e conserta tudo em cidade de SC​​

Ligação entre Palhoça e São José terá novo acesso sem depender da BR-101

Prédio de tradicional supermercado da Grande Florianópolis vai a leilão

Destaques do NSC Total