nsc
nsc

Proteção

Casas populares em SC ficarão no nome de mulheres; entenda

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
06/10/2021 - 07h45
Casas populares em SC
Casas populares em SC (Foto: Defesa Civil/SC)

O programa do governo de Santa Catarina que irá construir mil casas populares vai dar prioridade às mulheres. O regime de comodato, por período a ser definido pelas prefeituras, dará cessão de uso dos imóveis a elas. A medida se explica por duas razões principais: evasão escolar e violência doméstica.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social e Habitação (SC), Claudinei Marques, em caso de separação do casal, muitas vezes as mulheres são obrigadas a deixar o lar e isso compromete a permanência das crianças na escola, com a necessidade de mudança de residência.

Outra situação, não menos importante, são os casos de agressões. “Em muitos casos as mulheres são expulsas de casa”, explica o secretário. O contrato estar em nome das mulheres é uma forma de garantir a permanência dela no lar e a retirada do agressor.

O SC + Moradia irá atender 61 cidades catarinenses com os piores índices desenvolvimento humano (IDH). O valor total do investimento é de R$ 70 milhões e cada casa deverá custar até R$ 70 mil. As residênciais, de 50 m², terão dois quartos, sala e banheiro.

Os recursos serão repassados às prefeituras e estas serão responsáveis pela construção.

Urupema, São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Campo Belo do Sul e Cerro Negro serão as primeiras cidades contempladas.

“Nós não queremos que as pessoas se acomodem. Queremos ensinar elas a vencer, a contrapartida de quem receber a casa, de forma temporária, é dar-lhes capacitação e manter os filhos na escola”, diz o secretário.

O programa será lançado no dia 19 de outubro, em Florianópolis.

Leia Mais:

Como votaram os catarinenses na lei que dificulta combate à corrupção​​

Deputado do PT-SC quer taxar super-ricos para ajudar vítimas da Covid; entenda

São José terá Avenida Beira-Rio com custo avaliado em R$ 64 milhões

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas