nsc
nsc

Comportamento

Feriadão em SC é mais uma prova de que é preciso liberar permanência nas praias

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
02/11/2020 - 17h04 - Atualizada em: 02/11/2020 - 17h55
Praia Central de Balneário Camboriú ficou cheia neste sábado (31)
Praia Central de Balneário Camboriú ficou cheia neste sábado (31) (Foto: Luiz Carlos Souza/NSC TV)

Não há mais nenhum sentido em proibir a permanência das pessoas nas praias catarinenses. O feriadão de Finados provou mais uma vez que as pessoas estão cansadas, não respeitam mais a regra de não ficar na areia e como é insuficiente a fiscalização das prefeituras. Lamenta-se, entretanto, que o final do feriado de sol e praia foi marcado por um ato covarde de agressão contra a equipe da NSC TV, na praia do Campeche, em Florianópolis. 

O final de semana mostrou praias lotadas de pessoas se divertindo. Falta coerência em quem estabeleceu as normas. Num primeiro momento fazia sentido restringir. Agora, quanto mais o tempo passa e com o calor chegando fica mais difícil controlar o comportamento das pessoas.

> Equipe da NSC TV é agredida em praia de Florianópolis

O correto a ser feito é liberar a permanência nos balneários e recomendar o uso da máscara, o distanciamento social e evitar aglomerações. Uma campanha de conscientização a respeito poderia ajudar. A norma como está posta hoje caiu no ridículo. No dia 19 de setembro, a colega Dagmara Spautz já apontava o desrespeito às normas e decretos. 

Essa medida não é recomendada apenas porque não se consegue fiscalizar, claro que não. Mas é algo racional e baseado no contexto do comportamento das pessoas.

Faz sentido liberar bar onde eu possa reunir amigos no entorno de uma mesa e beber num ambiente fechado e não poder estar na praia com a minha família?

> SC tem feriadão com aglomeração e desrespeito aos decretos estaduais

O estágio da pandemia preocupa. O crescimento de casos é uma realidade. Precisamos focar numa política de redução de danos e na praticidade. O que ocorre na Europa serve de alerta e a tendência é que o mesmo se dê por aqui. Não há receita pronta sem remédio ou vacina.

É preciso equilíbrio.

As restrições serão maiores quanto maior for a irresponsabilidade das pessoas que fazem os números piorar.

> Deputado que recomendou sair sem máscara será investigado pelo MP

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas