nsc
nsc

Só na marginal

PRF quer proibir motos na BR-101 entre Biguaçu e Palhoça

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
25/08/2021 - 07h28 - Atualizada em: 27/08/2021 - 06h29
Trecho da BR-101 na Grande Florianópolis
Trecho da BR-101 na Grande Florianópolis (Foto: Gabriel Lain / Diário Catarinense / Arquivo)

A circulação de motos deverá ser proibida na via principal da BR-101 entre os quilômetros 192 e o 215, de Biguaçu a Palhoça, na Grande Florianópolis. É o que pretende a Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC) com o projeto Mudança de Hábito. As motocicletas só poderiam circular apenas nas vias marginais.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

“É preciso sair da inércia para que se reduzam os acidentes e se promova a mobilidade urbana. Chegamos a um ponto em que não podemos deixar como está”, explicou o inspetor Anderson Koerich Lima, chefe do Núcleo de Planejamento e Fiscalização da Delegacia da PRF na Grande Florianópolis.

>Proibição de motos na BR-101 é ilegal, diz OAB-SC

Veja vídeo

A informação foi repassada aos vereadores de São José, na tarde desta terça-feira (24), durante Roda de Conversa promovida no Plenário da Câmara sobre intervenções previstas na BR-101 em São José. Além da PRF, participaram do evento representantes da Arteris e ANTT.

A implementação da medida, entretanto, não tem data definida. Primeiro, é preciso concluir a construção da terceira faixa de rolamento na BR-101 no trecho norte, obra iniciada em fevereiro e prevista para finalizar em novembro. Da mesma forma, serão necessárias algumas obras para trancar os cruzamentos.

A Grande Florianópolis, de acordo com o inspetor, tem a pior mobilidade urbana do Brasil e o trecho do km 200 ao 2011 (São José) tem o primeiro lugar em número de acidentes graves, seguido de perto pelo trecho entre o km 211 ao 2020 (Palhoça), que tem o segundo lugar em acidentes graves.

A medida é interessante para garantir maior fluidez nesse trecho já colapsado de tantos congestionamentos diários. Segundo a PRF, 70% dos acidentes tem o envolvimento de motocicletas.

Entretanto, para dar certo, a novidade irá demandar muita conscientização dos pilotos no respeito às regras, sinalização adequada e, acima de tudo, fiscalização.

A Arteris de manifestou por nota sobre o assunto:

A Arteris Litoral Sul esclarece que as normativas sobre o trânsito em rodovias devem ser definidas pelas autoridades e órgãos de trânsito competentes. A concessionária não tem essa atribuição, mas apoia a discussão sobre assuntos que possam trazer melhoria para segurança viária, como é a intenção da proposta apresentada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Leia Mais:

Oito das 10 regiões de SC estão com falta de chuva desde 2019; veja quais

SC tem alerta para temporais com vendaval e granizo nesta semana; veja em quais regiões

Filha de soldado baleado no assalto ao Banco do Brasil tem sonho realizado

Efeitos colaterais da Pfizer; veja os sintomas mais relatados

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas