O Sebrae/SC pediu à Caixa Econômica Federal a realização de uma parceria para a efetuar um programa de microcrédito com taxas diferenciadas para pessoas físicas que desejam abrir o seu próprio negócio e também para o Microempreendedor Individual (MEIs). A solicitação partiu do diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro, ao presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que esteve em Santa Catarina no último final de semana.

>Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Além disso, Luc colocou a instituição para projetos em comum para os setores de inovação e para o Programa Cidade Empreendedora. Atualmente, Santa Catarina possui 65 municípios com baixo IDH e o Sebrae propôs à Caixa que ela patrocine a execução do programa nessas cidades, sendo uma parceira na transformação da realidade local desses municípios.

>Vacinação da Covid no Brasil precisa contar com mudança no discurso de Bolsonaro para ter maior adesão

Com as demissões provocadas pela crise da pandemia, muitos trabalhadores são forçados a empreender. Neste caso, abrir o próprio negócio muitas vezes não ocorre por vocação ou vontade, mas por pura necessidade. Neste sentido, além do crédito facilitado e a um custo baixo, capacitação é fundamental.

Continua depois da publicidade

>Redes sociais podem repetir com políticos brasileiros sanções aplicadas a Trump, diz especialista

Destaques do NSC Total