nsc
nsc

Regras

Restrições em Santa Catarina são inevitáveis para não perder o controle, diz Fecam

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
22/02/2021 - 16h22
Comércio de rua em Florianópolis
Comércio de rua em Florianópolis (Foto: Diorgenes Pandini/NSC)

O prefeito de Araquari e presidente da Federação Catarinense de Municípios, Clenilton Pereira, disse nesta segunda-feira (22) ao programa CBN Total, da Rádio CBN Diário, que vem sofrendo pressão do comércio e de outros setores para não impor novas restrições.

>Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

“A pressão é muito grande no comércio e dos setores produtivos para que não feche nada. Mas daqui a pouco nós não temos mais o que fazer. Eu acho inevitável medidas mais restritivas para não perder o controle”, disse o prefeito.

Clenilton afirmou que recebeu nesta segunda-feira, do secretário de Saúde (SC), André Motta Ribeiro, um relatório com o diagnóstico do cenário epidemiológico catarinense e quais as ações adotadas pelo Estado. O documento apresenta, por exemplo, os investimentos realizados para a manutenção e ativação dos leitos hospitalares.

O governo catarinense discute internamente ações de enfrentamento à pandemia. Nesta terça-feira (23), o governador Carlos Moisés se reúne, virtualmente, com os governadores da região sul. Um encontro com a Fecam e os representantes das maiores cidades também deve ocorrer para tratar de ações para frear a propagação da Covid-19 em Santa Catarina.

Ouça a entrevista:

Leia mais:

> Aumento do preço da gasolina pela quarta vez em 2021 preocupa

> SC registra 32 novas mortes e mais de 2,5 mil casos de Covid-19

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas