nsc
    nsc

    Administração pública

    Com folha anual de R$ 1 bilhão, prefeitura de Joinville tem quadro com 12,6 mil funcionários

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    05/09/2020 - 09h21
    Parcela dos comissionados na folha da prefeitura de Joinville é próxima de 6%
    Parcela dos comissionados na folha da prefeitura de Joinville é próxima de 6% (Foto: Divulgação)

    O custo dos cargos comissionados na prefeitura de Joinville, cuja redução já está sendo abordada pelos pré-candidatos a prefeito, representa uma fatia de 5,94% nas despesas do município com pessoal. Ou seja, mesmo no patamar mais agressivo prometido até agora, a eliminação de 50%, o impacto será próximo de 3% da folha da prefeitura – o que não deixa de ser uma economia, ainda que a promessa de redução tenha propósito de repercussão mais político, de propor administração mais “técnica”.

    > ​Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    > Joinville registra 277 mortes de moradores que contraíram Covid-19

    Hoje, a despesa anual da prefeitura de Joinville com pessoal passa de R$ 1 bilhão. O último balanço, referente ao período entre maio de 2019 e abril de 2020, citou gasto de R$ 1.069.035.392,41. A conta inclui salários (incluindo o 13º), encargos e indenizações, entre outros. Portanto, já mais de R$ 80 milhões mensais (divisão por 13). Em números de maio, são 12.607 pessoas trabalhando na administração municipal.

    São 505 cargos comissionados, sendo que 498 estão ocupados. A maioria, 268, já são servidores de carreira, enquanto 230 são nomeados sem ter nenhum outro vínculo com a administração municipal. Ou seja, mesmo o corte do cargo, a redução no custo não será proporcional porque os servidores que deixarem os cargos de confiança vão continuar recebendo salários.

    Na classificação da prefeitura, são 8,2 mil servidores efetivos e 1,6 mil temporários, além dos quase 500 ocupantes de cargos de confiança. O quadro de funcionários da administração municipal se completa com servidores do Hospital Municipal São José, Ipreville e do Detrans. Há também os estagiários. Assim, chega aos 12.607.

    ÚLTIMO CONCURSO

    O futuro prefeito terá de decidir se mantém a atual estratégia de reposição dos servidores por meio de contratação de temporários ou retoma os concursos para efetivos. O último concurso geral da prefeitura de Joinville foi realizado em 2014. Depois disso, para a contratação de efetivos, somente a guarda municipal abriu vagas. Os processos seletivos para contratar temporários se transformaram em regra: somente em 2020, já são cinco.

    > O que abre e fecha em Joinville no feriado de 7 de setembro

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas