nsc
    nsc

    Mobilidade

    Cruzamento é desafio em projeto de duplicação de acesso em Joinville

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    01/05/2021 - 10h19
    Cruzamento da Ottokar Doerffel com continuação da Marquês de Olinda ganhou "rotatória" em 2018
    Cruzamento da Ottokar Doerffel com continuação da Marquês de Olinda ganhou "rotatória" em 2018 (Foto: Arquivo Pessoal)

    Uma das questões a serem definidas na elaboração do projeto de duplicação da Ottokar Doerffel, um dos principais acessos de Joinville pela BR-101, é o cruzamento da via com a rua Otto Parucker (continuação da Marquês de Olinda) e Gothard Kaesemodel. Por ora, não há intenção de construção de viaduto de grandes dimensões, mas intervenções como trincheiras (passagem por baixo) e até um elevado de menor porte, estão em análise, segundo a Secretaria de Planejamento Urbano (Sepud). 

    > Em 2021, duplicação da BR-280 terá apenas 20% do investimento ideal

    > Com mais de cinco anos, continua cobrança pela recuperação da iluminação na Serra Dona Francisca​​

    > Receba notícias de Joinville e do Norte de SC por WhatsApp

    Além da Sepud, a Secretaria da Infraestrutura também participa das discussões sobre o projeto, em elaboração pela Amunesc. O projeto de duplicação da via de 2 km deve ficar pronto no final do semestre. Depois, será preciso buscar os recursos para as obras e desapropriações, ainda sem custo estimado.

    O cruzamento da Ottokar com a continuação da Marquês é um dos pontos mais citados para receber um elevado em Joinville. A ideia existe desde a conclusão da abertura da Marquês, ainda nos anos 90, mas nunca foi – nem contina sendo – a opção preferencial no planejamento da prefeitura de Joinville. No governo Udo, foi instalada uma espécie de rotatória ampliada, com a rua Marajó como uma das alças. Agora, será a vez do governo Adriano Silva tomar uma decisão sobre o cruzamento.

    > Com bloqueio de R$ 2,3 milhões, prefeitura de Joinville vai à Justiça para liberar certificado

    > Fila continua em queda e Joinville tem duas pessoas à espera por leito de UTI Covid

    Mais colunistas

      Mais colunistas