Na retomada das obras de duplicação da BR-280 entre São Francisco do Sul e Araquari, o DNIT vai priorizar dois trechos, com extensão de 17 quilômetros, somados. As frentes de trabalho prioritárias serão entre os km 3 e 17, no traçado novo (contorno) de São Francisco do Sul e entre os km 25 e 28, em Araquari, onde será construído um elevado. O detalhamento foi apresentado pela superintendência do DNIT/SC em reunião na Fiesc sobre obras federais em Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A previsão de retomada das obras no lote 1, paralisadas desde o final do ano passado para revisão do projeto, é para o início do segundo semestre, ou seja, entre julho e agosto. O DNIT reservou R$ 80 milhões para o trecho, quantia considerada adequada para uso em 2023. Parte dos recursos será usada também em desapropriações.

Os dois trechos, somados, representam quase a metade dos 36 km do segmento entre São Francisco do Sul e Araquari. O DNIT também preparando o projeto para a ciclovia de 38 km (36 km no lote 1 e 2 km no lote 2.1) e possíveis mudanças do traçado na região do Itinga e do contorno ferroviário de São Francisco do Sul. Em relação ao canal do Linguado, estão sendo aguardados os estudos ambientais, com conclusão em 2024.

SPU dá aval para parque do Cachoeira; margens das figueiras terão calçadas

Continua depois da publicidade

Primeiro trecho duplicado da BR-280 será liberado em visita de ministro

Edital para obras do contorno ferroviário de São Francisco do Sul sai em julho

Qual o custo para asfaltar um quilômetro em Joinville

Quanto custa para pavimentar estradas rurais em Joinville

Câmara de Joinville aprova moção para Arthur Lira, sobre pedido de impeachment de Lula

Joinville tem projeto para “naming rights” em espaços da prefeitura

Destaques do NSC Total