O reforço de R$ 224 milhões para a duplicação da BR-280 foi confirmado por meio de portaria publicada nesta quarta-feira pelo Ministério do Planejamento. Até então, as obras entre São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul contavam com reserva de R$ 48 milhões no orçamento da União para 2023, a serem utilizados nos três lotes. Com a suplementação, as obras poderão ganhar mais velocidade, assim será possível avançar nas desapropriações.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O pedido do DNIT ao Ministério dos Transportes para ampliação dos recursos para a duplicação foi abordado durante o lançamento da Frente Parlamentar da BR-280, feito pela Assembleia Legislativa, no início do mês. Com mais recursos, será possível a retomada dos trabalhos no lote 1, paralisados desde o final do ano passado para a revisão do projeto. O trecho entre o porto de São Francisco do Sul e o cruzamento com a BR-101 tem 26% de execução dos trabalhos previstos. É o segmento mais atrasado porque começou mais tarde, em 2018.

Os demais dois lotes, iniciados em 2024, estão mais adiantados. Em um dos segmentos, serão liberados quase 2 km duplicados nas próximas semanas, em Guaramirim. Nesse lote, a execução chega a 56%. No segmento seguinte, com construção de contorno e túnel, foram realizados 48% dos trabalhos previstos. Somados, os três lotes da duplicação da BR-280 precisam de R$ 899 milhões, além de recursos para as desapropriações remanescentes, supervisão e ligação no canal do Linguado.

Palácio das Orquídeas motiva polêmica na Câmara de Joinville

Continua depois da publicidade

Joinville tem “padrão” de ruas prioritárias para projetos de asfaltamento

Relatório aponta quantas pessoas em situação de rua estão cadastradas em Joinville

Estudo sobre modelo de gestão de hospital em Joinville ganha mais tempo

Ex-deputado federal vai assumir diretoria no BRDE

Em acordo com o MP, Joinville terá a instalação de mais conselhos tutelares

Destaques do NSC Total