nsc
    nsc

    NA CONVENÇÃO

    Eleições 2020 em Joinville: PSL anuncia apoio ao MDB; ex-pré-candidato se diz “frustrado”

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    16/09/2020 - 14h28 - Atualizada em: 16/09/2020 - 14h30
    Dalmo Claro fez anúncio da desistência na convenção desta quarta-feira
    Dalmo Claro fez anúncio da desistência na convenção desta quarta-feira (Foto: Divulgação)

    O PSL de Joinville abriu mão da candidatura própria e vai apoiar Fernando Krelling (MDB) na disputa pela prefeitura nas eleições 2020. O partido tinha interesse em concorrer com o médico Dalmo Claro, filiado em abril à legenda, mas acabou optando pela aliança com o MDB. Apesar da coligação com o PSL e outros partidos, o vice de Krelling se encaminha para ser do MDB, com maiores possibilidades de Rosane Bonessi ser confirmada. A decisão sobre a candidatura a vice-prefeito na chapa de Krelling sai no final da tarde desta terça-feira.

    > ​ Em site especial, saiba tudo sobre as eleições municipais 2020

    > Saiba como ser mesário nas eleições e quais as vantagens do cargo

    A decisão da aliança partiu da direção estadual do PSL, conforme relata Dalmo. “Fica uma frustração muito grande, principalmente pelas pessoas que já estavam trabalhando com a gente, mas não temos o que fazer”, alegou a agora ex-pré-candidato. Para Dalmo, eventual resistência à decisão da executiva estadual iria apenas provocar mais “desgaste”. “Não estou aqui para causar problemas”, afirmou.

    No ano passado, houve aproximações entre MDB e PSL, com Krelling inclusive sendo chamado para anúncios do governo do Estado. Mas a relação esfriou, principalmente porque havia resistência no PSL de Joinville. O partido inclusive trouxe Dalmo, até inclinado a se filiar ao PSDB, em articulação do deputado federal Fábio Schiochet. Procurado pela coluna nesta tarde, Schiochet não atendeu aos telefonemas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas