nsc
    nsc

    Economia

    Enfim, fatia de Joinville no ICMS volta a crescer; cidade mantém liderança em SC

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    28/12/2020 - 18h43
    Nos últimos 12 meses, receita da prefeitura de Joinville com ICMS foi de meio bilhão de reais
    Nos últimos 12 meses, receita da prefeitura de Joinville com ICMS foi de meio bilhão de reais (Foto: Divulgação)

    Após quedas sucessivas, Joinville voltará a contar com fatia maior na divisão do ICMS em 2021. A prefeitura terá direito a uma participação de 8,51% dos recursos repassados aos municípios pelo governo do Estado. Hoje, é de 8,32%. Com o índice no próximo ano, o município do Norte de Santa Catarina mantém a liderança em Santa Catarina na distribuição do tributo estadual. Itajaí continua em segundo lugar, com parcela de 8,14%. A distribuição para o ano que vem foi publicada nesta segunda-feira pela Secretaria de Estado da Fazenda.

    > IPTU 2021 em Joinville: prazo para desconto e como consultar valor

    > Câmara de Joinville deverá ter CPI do Mathias em 2021

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    Os índices de participação dos municípios no ICMS são baseados na movimentação econômica de dois anos atrás. Portanto, os dados de 2021 são referentes a 2019. Joinville teve a última elevação em 2013, quando chegou a 9,72%. Desde então, até 2020, houve diminuição de espaço na distribuição do imposto. Para 2021, há alta, mas ainda distante de recuperar integralmente as perdas dos últimos anos.

    O índice do ICMS tem importância maior para Joinville porque se trata da principal receita da prefeitura. Nos últimos 12 meses (até outubro), o imposto trouxe R$ 500,1 milhões para os cofres municipais. Para alcançar o montante de meio bilhão de reais no mesmo período, é preciso somar as receitas do ISS, IPTU e ITBI, três impostos municipais.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas