nsc
    nsc

    DEPOIS DO MATHIAS

    Estimada em R$ 284 milhões, futura drenagem de rios no Sul de Joinville prevê muros de contenção

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    04/08/2020 - 15h37
    Rio Itaum cruza a região Sul de Joinville; obra não tem prazo para início
    Rio Itaum cruza a região Sul de Joinville; obra não tem prazo para início (Foto: Arquivo AN)

    A próxima macrodrenagem de Joinville vai utilizar uma técnica diferente da empregada na obra do rio Mathias. Até chegaram a ser estudadas possibilidades de construção de galerias subterrâneas, como foi feito no rio da área central, mas a alternativa escolhida para a macrodrenagem dos rios Itaum e Itaum-mirim foi a canalização: na prática, a instalação de muros de concreto elevados para reduzir a possibilidade de alagamentos. Nesta semana, a prefeitura abre o período de consulta pública ao projeto.

    > Novo calçadão de Joinville tem projeto, mas não há data para obras

    > Joinville prepara reforço na fiscalização das pessoas que precisam cumprir isolamento domiciliar

    A macrodrenagem dos rios Itaum e Itaum-mirim, na zona Sul de Joinville, faz parte do plano diretor de drenagem da bacia do rio Cachoeira. No entorno dos dois rios, estão os bairros Boehmerwald, Fátima, Guanabara, Itaum, Itinga, Jarivatuba, João Costa, Parque Guarani, Petrópolis, Profipo e Santa Catarina.​ Os rios sofrem influência de maré, com alagamentos no momentos de coincidência de chuva forte com maré alta.

    A macrodrenagem está estimada em R$ 284 milhões e será bancada pelo empréstimo de US$ 70 milhões com o BID, já contratado. Como ainda falta o licenciamento ambiental, não há como estimar quando as obras serão licitadas, mas é improvável que o edital seja lançado antes de 2022.

    As estruturas de contenção de concreto vão percorrer 11,5 km nos dois rios. Há trechos sem previsão de obras por causa da presença de manguezais. As demais alternativas estudadas apresentavam custo mais elevado.

     ​​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas