nsc
nsc

Rede Municipal

Joinville prepara volta das aulas para o início de fevereiro

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
04/01/2021 - 15h46
Calendário escolar de Joinville será divulgado nos próximos dias
Calendário escolar de Joinville será divulgado nos próximos dias (Foto: Arquivo AN)

Ainda que o calendário escolar, tradicionalmente publicado em dezembro, não tenha sido divulgado, a prefeitura de Joinville quer retomada das aulas presenciais na rede municipal no início de fevereiro, como ocorreu em anos anteriores. “Queremos manter esse calendário”, diz o prefeito Adriano Silva. No ano passado, as aulas começaram no dia 5 de fevereiro, o terceiro dia útil do mês. Em 2021, será o dia 3 (terceiro dia útil de fevereiro).

> Prefeitura de Joinville analisa tarifa do ônibus; reajuste pode ser pela inflação

> Novo inicia seleção em Joinville para vagas de coordenadoria na prefeitura; saiba o valor dos salários

> Joinville começa o ano com três bairros acima de 100 casos ativos de coronavírus

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

O cronograma será divulgado nos próximos dias (neste momento, estão sendo buscadas informações junto às direções das escolas). Também está sendo analisada como será feito a distribuição dos termos de responsabilidade, usado para os pais se manifestarem se concordam com a volta dos filhos ao ensino presencial.

O ensino híbrido, com aulas presenciais e à distância, será mantido na rede municipal em 2021. Mas há diferenças em relação ao ano passado, quando a volta das aulas foi autorizada entre novembro e o início de dezembro. Em 2020, o limite era de 30% dos alunos por turma, teto que não chegou a ser atingido na rede municipal devido à baixa adesão – nem houve necessidade do rodízio.

No ano letivo de 2021, o decreto do governo do Estado do último dia 14 permite até 50% da presença de cada turma nas aulas presenciais, caso a matriz esteja no risco “gravíssimo”. A regra é válida para ensino público (estadual e municipal) e privado. Nos demais níveis da matriz, de riscos “grave”, “alto” ou “moderado”, não há redução na lotação. Neste momento, Joinville está na situação “gravíssima”, como a maioria das cidades de Santa Catarina. A expectativa da Secretaria de Saúde de Joinville é que o risco recue para "grave" até o início de fevereiro.

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas