nsc
    nsc

    Pandemia

    Joinville quer parceria com empresas e universidades para ampliar testagem para coronavírus

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    24/08/2020 - 18h10
    Joinville realizou 58,8 mil testes para coronavírus desde o início da pandemia
    Joinville realizou 58,8 mil testes para coronavírus desde o início da pandemia (Foto: AFP)

    A ampliação da testagem em Joinville em setembro pretende contar com empresas privadas e universidades como locais para aplicação dos testes. Ainda nesta semana, será aberto chamamento público para os estabelecimentos e instituições interessados em participar do programa. A parceria será por adesão voluntária, o credenciamento não será obrigatório. Os testes serão disponibilizados pela Secretaria de Saúde de Joinville. Outras estratégias estão sendo montadas para a ampliar a capacidade de realização de diagnósticos para coronavírus.

    > Prefeitura de Joinville tem provável data para a volta dos ônibus

    > Joinville tem 578 casos ativos e 232 mortes por coronavírus; veja por bairros

    O planejamento da secretaria municipal prevê a utilização dos ambulatórios das empresas para a testagem dos próprios funcionários. No caso das universidades, neste momento sem aulas presenciais, o público alvo não são necessariamente os alunos e sim as pessoas interessadas em passar pela testagem.

    A secretaria pretende que sejam usadas as estruturas dos cursos de saúde para oferecer os testes para a população. Nesse caso, a testagem seria para pessoas sem sintomas que queiram passar pelo exame. O atendimento será por meio de agendamento pela internet. A utilização das empresas e universidades é uma forma de capilarizar a expansão dos testes sem a necessidade de sobrecarregar a rede pública.

    A ampliação da testagem vai ocorrer em outras frentes em Joinville, como mais testes rápidos no centro de triagem do bairro Boa Vista, também com agendamento prévio pelo site da prefeitura. A testagem de todas as pessoas com mais de 60 anos de idade também deve começar em setembro. A secretaria comprou 60 mil testes rápidos, com possibilidade de ampliação para 90 mil, se houver necessidade. Há também mais aquisições sendo preparadas. 

    > Obras do Mathias em Joinville: começa o reparo emergencial de ruas

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas