A duplicação do trecho de pista simples da avenida Santos Dumont também será dividida em lotes. A primeira etapa será entre a rotatória com a Dona Francisca e João Colin até a Dom Bosco (há um trecho já duplicado nesse segmento, nas imediações da Transtusa). O projeto executivo está em elaboração, sem prazo estimado para a realização da licitação e, consequentemente, para início das obras. Ainda no ano passado, já havia mapeamento para a duplicação em lotes, situação agora confirmada.

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A divisão em lotes na Santos Dumont foi motivada pela mesma situação alegada na Ottokar Doerffel: não há recursos suficientes para a duplicação em toda a extensão mapeada e há necessidade de uso de emenda disponível. No caso da Santos Dumont, há uma emenda de R$ 1,9 milhão apresentada pelo então senador e atual governador Jorginho Mello. O trecho terá complemento pela prefeitura, afinal o custo da obra está estimado em R$ 3,2 milhões.

O restante do segmento ainda a ser duplicado vai depender de fontes de recursos, ainda a ser definida. O projeto do governo do Estado para duplicar a Santos Dumont previa a ampliação em toda a extensão da avenida. No entanto, a prefeitura, encarregada das desapropriações, não conseguiu recursos para a liberação de todas as áreas e duplicação foi parcial, entre a região das universidades até o aeroporto.

Demolição é descartada e ginásio em Joinville será reformado

Continua depois da publicidade

Em estimativa “conservadora”, novo modelo de Joinville terá repasse de R$ 7 mi por mês

Cachoeira vai ganhar mais duas passarelas em Joinville

Futuro modelo de Joinville vai permitir “outra” tarifa do ônibus fora do horário de pico

Por que início da primeira etapa do parque Porto Cachoeira vai levar mais tempo

Integração terá mudança, mas terminais de ônibus serão mantidos em Joinville

Por que a tradicional cor dos ônibus de Joinville vai mudar

Destaques do NSC Total