Além da realização das obras já previstas, a vice-governadora Marilisa Boehm vai buscar a construção de ponte na região litorânea. A defesa será pela inclusão da nova ligação entre Balneário Barra do Sul e São Francisco do Sul entre os investimentos do governo do Estado. Além de incentivo ao turismo, a ponte abriria um novo caminho para ajudar a desafogar a BR-280, conforme Marilisa.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Discutida no passado, a ponte seria entre a região do Ervino, em São Francisco, e a Barra do Sul, sobre o acesso ao canal do Linguado, na boca da barra. Um dos pontos analisados previa 200 metros, com traçado das cabeceiras e recuo da vegetação, mas há locais com extensão menor, até com menos de 100 metros. Em eventual construção, há necessidade de atender a questões ambientais.

Nos últimos anos, também foi discutida a oferta da travessia por meio de ferryboat, como é feito na Vila da Glória com a Vigorelli. No entanto, não houve autorizaçãono passado do governo do Estado em caráter precário, conforme relato da prefeitura de São Francisco do Sul. Para a vice-governadora, a ponte é a melhor solução. “Não haveria dependência de horários”, diz.

A ponte poderia trazer um novo acesso às praias de São Francisco do Sul pela BR-101, pelo Itapocu em direção a Barra do Sul e, a partir da nova ligação, até o Ervino e Praia Grande. Por enquanto, não há projeto atualizado da construção. “Vou lutar por essa obra”, garante Marilisa.

Continua depois da publicidade

Projetos de lei sobre ônibus em Joinville unificam leis, sem “antecipar” novas regras

Fiesc lança edital para reformar Moinho Joinville; confira imagens

Qual o futuro da construção da ponte na Aubé, em Joinville

Dívida milionária da prefeitura de Joinville com ônibus entra no debate da licitação  

Prevista há 50 anos, obra em Joinville entra em fase de licenciamento

Decisão judicial abre chance para volta dos radares em Joinville, mas não há data

Destaques do NSC Total