Ter a habilidade de iniciar, desenvolver e encerrar uma conversa é essencial no nosso cotidiano, já que nos permite estabelecer bons relacionamentos profissionais. Além disso, isso também pode aumentar a autoestima e a autoconfiança, principalmente em situações como a abordagem de um novo cliente ou a participação em eventos de networking, em que saber quebrar o gelo e iniciar uma conversa pode trazer uma sensação de segurança maior.

Continua depois da publicidade

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

De acordo com Fernanda de Morais, fonoaudióloga mentora e especialista em comunicação e oratória, para superar a timidez e a dificuldade em conversar com outras pessoas, o primeiro passo é mudar o pensamento. Importante lembrar, ainda, que conversas não precisam ser discursos elaborados, e as melhores são aquelas em que se ouve com atenção.

Comportamento deve ser espontâneo

Mesmo sendo tímido, é possível saber conversar e deixar uma boa impressão na outra pessoa se interessando genuinamente por ela. Para algumas pessoas, construir uma boa conversa pode ser desafiador, contudo, seguindo alguns passos, pode-se estabelecer uma ótima conexão. Primeiro, encontre algo em comum com a outra pessoa. Pode ser profissão, filhos ou interesses, por exemplo. Esse é um ótimo passo para ter assunto.

Outra sugestão é demonstrar interesse pelo outro por meio do olhar, com acenos de cabeça e fazendo perguntas pertinentes para entender com mais detalhes um assunto. Na sequência, também é interessante compartilhar exemplos pessoais do assunto sobre o qual estão conversando. Lembre-se de ser natural e espontâneo.

Continua depois da publicidade

> Empreendedorismo: 5 dicas para se destacar da concorrência

Mulher de óculos conversando com dois colegas de trabalho.
Para se manifestar melhor, também é importante saber ouvir (Imagem: ESB Professional | ShutterStock)

Melhorando a comunicação

Fernanda de Morais diz que, antes de escolher o assunto, seja observador, pois não adianta trazer uma pauta que seja irrelevante ao ouvinte. “Dessa forma, observe o que a outra pessoa gosta de falar ou fazer e explore isso por meio de perguntas abertas (como, por que, quando, de que forma); assim, você dará a chance da outra pessoa discorrer sobre esse assunto”, destaca.

Para finalizar, a especialista compartilha 10 dicas para desenvolver uma boa conversa:

  1. Saiba escutar e evite interromper;
  2. Faça perguntas abertas;
  3. Evite distrações;
  4. Use uma linguagem corporal positiva: sorria e mantenha uma postura aberta;
  5. Fale com clareza;
  6. Varie a sua voz de acordo com o assunto;
  7. Evite julgamentos precipitados sobre a outra pessoa;
  8. Compartilhe experiências pessoais;
  9. Respeite a opinião da pessoa, mesmo que seja diferente da sua;
  10. Encerre a conversa de forma amigável, agradecendo pela conversa.

Por Gabriela Andrade

Leia também

Entenda a importância da inteligência emocional no trabalho

Entrevista: como falar dos seus pontos fracos

Empoderamento feminino avança também no ambiente corporativo

Destaques do NSC Total