nsc
nsc

Carreira

3 dicas para começar a vender produtos pela internet

Confira quais são os primeiros passos para empreender nas mídias digitais

25/05/2022 - 11h00

Compartilhe

Portal
Por Portal EdiCase
Dicas para vender on-line
Dicas para vender on-line
(Foto: )

Utilizar a internet como um meio de vendas, muitas vezes, está associado à praticidade, principalmente quando não se tem uma loja física. Contudo, antes de sair anunciando todos os seus produtos e serviços no meio digital, é importante que você faça alguns estudos sobre o seu material, por exemplo, se existem outros parecidos e como está a procura do que vai oferecer.

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

1. Canal de vendas

O primeiro passo é entender qual canal de vendas melhor se ajusta ao seu produto e público. “Assim como qualquer outro canal, a internet se adequa melhor para alguns tipos de produtos, devido a faixa de preço, relação do cliente com a compra e comportamento do mercado”, explica Francisco Britto, gerente da Client Service.

2. E-commerce

Tomada a primeira decisão, o próximo passo é montar um e-commerce. Você deverá definir o formato desse comércio, por exemplo, se será terceirizado ou internalizado. “Nesse ponto, é preciso definir a estratégia da empresa como loja virtual, como qual será a relação com os outros canais e a forma como irá abordar o cliente final por meio do canal on-line", alerta o gerente da Client Service.

Mas lembre-se: antes de montar um e-commerce é preciso ter tudo estudado e planejado. “Preço, produto, praça (local de venda) a ser atendida, marketing, logística e toda a estratégia do canal e da marca”, orienta Francisco Britto.

> Facebook: saiba como produzir bons conteúdos

Como vender online?
Busque sempre novas ideias e seja criativo
(Foto: )

3. Inovação e segurança

Assim que tudo estiver certo, faça seu diferencial e busque sempre novas ideias, a fim de não cair na mesmice. Inovar é preciso, os clientes estão sempre buscando novidades. Por mais simples que seja o que você faz, coloque um pouco de criatividade e agregue valor ao seu produto.

“Quanto maior for o número de informações da qualidade do produto, melhor será para o seu comércio. Passe segurança para o seu cliente e seja o mais transparente possível na política de venda”, destaca Francisco Britto. Lojas que possuem selo de qualidade e de segurança na internet, mostram que ali a navegação é segura e que o produto será entregue na forma e no prazo corretos.

Leia também

Entenda a importância da inteligência emocional no trabalho

Semana de trabalho com 4 dias tem ganhado espaço em empresas

Saiba como acabar com a procrastinação

Colunistas