Existem diversos nutrientes fundamentais ao organismo. Se você deixa de consumir um deles ou consome algum em excesso, isso pode causar grande desequilíbrio no funcionamento do corpo. As pesquisas na área de alimentação são constantes para poder definir, cada vez mais, o que é importante para a saúde e o que é dispensável. Mariana Catta-Preta, nutricionista e doutora em Ciências, cita alguns alimentos importantes a serem incluídos na dieta. 

Continua depois da publicidade

> Quer receber notícias por WhatsApp?

1. Alho 

O alho é um tempero cheio de benefícios: é antibiótico, anti-inflamatório, antioxidante e protege o sistema cardiovascular. Ele auxilia na redução do colesterol e dos triglicerídeos do sangue, bem como ajuda a prevenir o diabetes e a pressão alta. O alho cru aumenta a atividade das células de defesa do corpo; por isso, ajuda no combate a gripes e resfriados. 

2. Pimenta 

A pimenta é rica em vitamina A, B1, B2, C, E e PP. Consumido moderadamente, o condimento ajuda a acelerar o metabolismo e diminui os riscos de doenças cardiovasculares e incidência de infartos. Além disso, contribui para o emagrecimento e ajuda a reduzir os sintomas da TPM (tensão pré-menstrual).  

Entre outros benefícios, a pimenta ajuda a impedir a coagulação do sangue, evitando tromboses e chega a ter seis vezes mais vitamina C do que a laranja. Ela também reduz o risco de doenças como a catarata, o Alzheimer e até o diabetes. 

Continua depois da publicidade

> Sal e açúcar: conheça os riscos e os benefícios para a saúde

3. Frutas vermelhas 

As frutas vermelhas têm propriedades antioxidantes, que atuam no combate ao envelhecimento, e são ricas em vitamina B, essencial para o funcionamento das células. Também são ricas em ferro, fósforo, cálcio e outros minerais e nutrientes que ajudam a combater a anemia e as doenças do coração. Auxiliam na redução do açúcar no sangue e do colesterol ruim, ajudam no processo de cicatrização e na digestão.  

Atenção: essas frutas são muito consumidas na forma de geleias e doces, mas, além de virem adicionadas de açúcar, as propriedades nutricionais das frutas vermelhas são mais ativas quando são ingeridas frescas. Alguns exemplos de frutas vermelhas: melancia, morango, cereja, framboesa e amora. 

Recipiente de madeira com folhas de espinafre
Espinafre é rico em ferro e combate a anemia (Imagem: Dionisvera | Shutterstock)

4. Espinafre 

O espinafre é uma rica fonte de antioxidantes e bioflavonoides. É indicado para ajudar a combater a anemia, devido ao alto teor de ferro. Ademais, possui muitas fibras e alto valor nutritivo. 

5. Oleaginosas 

São ricas fontes em fibra, cálcio, ferro, potássio, zinco, vitamina E, selênio e ácido fólico. Dentre seus benefícios, estão o fortalecimento do sistema imunológico e a ação cicatrizante e antioxidante. Também ajudam a reduzir o colesterol ruim (LDL) e a aumentar o bom (HDL), a controlar a pressão arterial e a aliviar os sintomas da TPM.  

Continua depois da publicidade

Funcionam como moderadoras de apetite, por isso são muito adotadas por quem está de dieta. Contudo, devem ser consumidas em pequenas quantidades, pois são altamente calóricas. Exemplos de oleaginosas: nozes, castanha-de-caju, castanha-do-pará, amendoim, semente de girassol, amêndoa, pistache, avelã, pinhão e macadâmia. 

Leia também

Musculação feminina: personal trainer esclarece dúvidas sobre a prática

Chás: receitas que ajudam no funcionamento do organismo

Estresse muscular: confira as causas e veja como evitá-lo

Destaques do NSC Total