Não é segredo para ninguém que a prática regular de exercícios físicos oferece diversos benefícios à saúde. Segundo dados do Ministério da Saúde, o hábito de realizar atividades físicas é fundamental para prevenir e tratar doenças crônicas não transmissíveis. Além disso, de acordo com a mesma fonte, enfermidades relacionadas ao sedentarismo são responsáveis por 71% das mortes no mundo, incluindo as mortes de 15 milhões de pessoas entre 30 e 70 anos a cada ano.

Continua depois da publicidade

Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

Pessoas com doenças cardíacas podem praticar exercício físico?

É mito acreditar que pessoas com doenças cardíacas não podem praticar atividades físicas. O Ministério da Saúde informa que a inatividade física, aliada ao sedentarismo, pode não só agravar os problemas, como também ocasionar novos. Assim como o restante do corpo, o coração também é um músculo e, logo, será beneficiado pela atividade física. E o condicionamento cardiovascular é a capacidade do coração para bombear sangue aos outros órgãos, que está associada à capacidade de conduzir oxigênio para todo o corpo.

Benefícios da atividade física para o coração

A prática da atividade física, sob supervisão médica, traz inúmeros benefícios para a saúde cardiovascular. O Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista, focado na mudança do estilo de vida (MEV) de seus pacientes, destaca os impactos positivos ligados à qualidade de vida e à prevenção de problemas cardíacos que ela proporciona.

Continua depois da publicidade

“A atividade física pode ajudar a melhorar a autoestima e a qualidade de vida das pessoas, além de reduzir a pressão arterial, controlar o peso, melhorar a coagulação sanguínea e aumentar a capacidade cardiorrespiratória. Também é capaz de reduzir o risco de problemas cardíacos, como o AVC”, comenta.

O médico ainda afirma que não há limites quando se trata de saúde e superação. “A atividade física constante melhora o condicionamento muscular e cardiorrespiratório, ajudando a evitar a perda de massa magra, na manutenção da saúde óssea e corporal da pessoa, reduzindo o risco de fraturas, de hipertensão, doença cardíaca coronária, AVC, diabetes, câncer de cólon e de mama, depressão e ansiedade”, completa o Dr. Rizzieri.

Saiba por que é importante ouvir e entender o corpo 

Casal de idosos praticando natação
Praticar natação ajuda a fortalecer o sistema cardiovascular (Imagem: YALPA PROD | Shutterstock)

Dicas para aprimorar o condicionamento cardiovascular

O Dr. Rizzieri indica como elevar seu condicionamento cardiovascular e conquistar mais qualidade de vida.

Continua depois da publicidade

  1. Aposte no treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) para desafiar seu corpo e queimar calorias como nunca antes;
  2. Explore diferentes modalidades de exercícios cardiovasculares, como corrida, ciclismo, natação ou pular corda, para trabalhar diferentes grupos musculares e manter o treino emocionante;
  3. Não esqueça dos exercícios de fortalecimento muscular, pois um corpo mais forte proporciona um desempenho cardiovascular ainda melhor; 
  4. Mantenha-se hidratado. A água é a chave para um sistema cardiovascular saudável e em pleno funcionamento;
  5. Faça pausas corretas, visto que o corpo precisa recompor suas reservas energéticas para não ter lesões e dores musculares;
  6. Priorize o descanso e o sono adequado para que seu corpo se recupere e esteja pronto para enfrentar os desafios cardiovasculares.

*Por Mariana Paker

Leia também

Crescem casos de doenças cardiovasculares em mulheres

6 dicas para prevenir e controlar a pressão alta 

10 benefícios da corrida para a saúde e o emagrecimento

Destaques do NSC Total