A hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, é um problema de saúde comum e, muitas vezes, assintomático. Ela pode ser causada por diversos fatores, incluindo obesidade, consumo excessivo de sal, falta de atividade física, tabagismo, estresse e pode ser influenciada por fatores genéticos e hereditários.

Continua depois da publicidade

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

A pressão alta é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, como doença arterial coronariana, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência renal. A boa notícia é que ela pode ser prevenida e controlada por meio de mudanças no estilo de vida e tratamentos médicos adequados.

Pensando nisso, o médico nutrólogo e endocrinologista Dr. Ronan Araujo aproveita o Dia Mundial da Hipertensão Arterial e compartilha algumas dicas para ajudar a prevenir e controlar o problema. Confira!

1. Mantenha um peso saudável

Manter um peso saudável é uma das maneiras mais eficazes de reduzir o risco de hipertensão arterial e outras doenças cardiovasculares. Consulte um médico especialista para obter orientação sobre uma dieta saudável e equilibrada.

Continua depois da publicidade

2. Faça atividade física regularmente

A atividade física regular pode ajudar a reduzir a pressão arterial e melhorar a saúde cardiovascular. Tente fazer pelo menos 30 minutos de atividade física moderada todos os dias.

3. Reduza o consumo de sal

O consumo excessivo de sal pode aumentar a pressão arterial. Tente limitar a quantidade dele na comida e evite alimentos com alto teor de sódio.

> Pedras nos rins: conheça as causas, os sintomas e as formas tratamento

Várias frutas, legumes e verduras misturados, como pimentão, manga, mamão, repolho, berinjela, brócolis, acelga, alho, maçã-verde e outros
Uma alimentação saudável contribui para o bom funcionamento do corpo (Imagem: Alexander Raths l Shutterstock)

4. Consuma alimentos saudáveis

Inclua em sua dieta alimentos frescos, grãos integrais, peixes ricos em ômega-3, nozes e sementes, e alimentos com baixo teor de sódio, como feijão, lentilha e ervilha. Evite alimentos processados, fast-food, carnes vermelhas e gordurosas, produtos lácteos com alto teor de gordura, alimentos fritos e doces com muito açúcar.

5. Limite o consumo de álcool e cafeína

O consumo excessivo de álcool e cafeína pode aumentar a pressão arterial em algumas pessoas.

Continua depois da publicidade

6. Faça exames regulares

A hipertensão arterial, muitas vezes, não apresenta sintomas óbvios. Portanto, é importante fazer exames regulares para medir a pressão arterial e monitorar a saúde cardiovascular.

Um alerta para gestantes

A hipertensão arterial pode ter implicações sérias durante a gravidez, incluindo pré-eclâmpsia e parto prematuro. As mulheres grávidas devem ser acompanhadas de perto por um médico para monitorar sua pressão arterial. 

“A hipertensão arterial é uma condição crônica que requer gerenciamento a longo prazo, mesmo quando os sintomas não são aparentes. É importante trabalhar em estreita colaboração com um médico para desenvolver um plano de tratamento adequado e eficaz”, finaliza o Dr. Ronan Araujo.

Por Gabriela Dallo

Leia também

5 hábitos diários que podem piorar a saúde 

5 dicas para acelerar o ganho de massa magra

Conheça os perigos do jejum intermitente para a saúde

Destaques do NSC Total