nsc
dc

Tecnologia

A tecnologia por trás dos elevadores de arranha-céus em Balneário Camboriú

Equipamentos chegam a descer 70 andares em menos de um minuto, contam com controle de vento, telas touch e muito mais

22/05/2021 - 09h41 - Atualizada em: 22/05/2021 - 09h42

Compartilhe

Por Fabrício Vitorino
Tecnologia embarcada nos ascensores impressiona
Tecnologia embarcada nos ascensores impressiona
(Foto: )

Os “elevadores a jato” viraram obsessão em Balneário Camboriú, como nos contou a colunista mais lida de Santa Catarina, Dagmara Spautz. Afinal, nos arranha-céus, com quase 300 metros de altura e mais de 100 andares, é preciso chegar rapidinho ao topo.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Mas impressiona a tecnologia embarcada nos ascensores: a velocidade é de até 3,5 m/s (70 andares em menos de 1 minuto!), há controle de vento (em condições extremas, a velocidade cai ou até mesmo para), telas touch e muito mais.

> Setor cervejeiro de SC cresce apesar da pandemia e assume protagonismo no Brasil

Segundo a FG Empreendimentos, a tecnologia é a mesma que foi empregada no One World Trade Center, em Nova York, que tem com 108 andares e 541 metros de altura.

> Elevadores super-rápidos são nova obsessão dos arranha-céus em Balneário Camboriú

Colunistas