nsc
an

Fiscalização

Açougue é interditado por vender carne estragada abaixo do preço em Guaramirim

Foram contabilizados quase dois mil quilos de carnes suína e bovina no estabelecimento. Preços chegavam a 40% mais barato do que o normal

02/02/2021 - 16h26 - Atualizada em: 03/02/2021 - 12h35

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Carnes estavam em condições improprias para comercialização e consumo
Carnes estavam em condições improprias para comercialização e consumo
(Foto: )

Quase dois mil quilos de carne estragada foram recolhidos no açougue de um supermercado de Guaramirim na manhã desta terça-feira (2). De acordo com o Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal do município, os alimentos eram comercializados por valores bem abaixo do preço de mercado: até 40% mais barato. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Ao chegar ao local, a fiscalização percebeu que as carnes estavam fora das condições necessárias para conservação. Em vez de 2°C, os frigoríficos armazenavam os alimentos em temperatura mais elevada, 14°C. As carnes, que deveriam estar congeladas, estavam apenas resfriadas. 

Além disso, a coloração estava alterada, havia forte odor de deteriorização e diversos insetos até mesmo dentro das peças. 

> Carne vencida virava espeto corrido em churrascarias de SC, aponta investigação da polícia

O estabelecimento fica próximo ao Centro do município, mas o nome do local não foi divulgado. O mercado já foi notificado pelo menos quatro vezes desde 2020. 

> Foram 4,5 mil quilos descartados em 2020 em estabelecimento que vendia carnes estragadas em Guaramirim

O Serviço de Inspeção alerta a população especialmente para locais que comercializam produtos perecíveis por preços muito baixos ou que façam promoções atípicas.

O total de 1.988 quilos foi recolhido pela fiscalização que deverá fazer o descarte correto dos produtos. 

> Como funcionava o esquema de venda de carne vencida a churrascarias de SC

Fiscalização localizou insetos dentro dos produtos
Fiscalização localizou insetos dentro dos produtos
(Foto: )

Esquema que vendia carne vencida em SC para churrascarias

Recentemente, em Itajaí, um esquema que vendia carne vencida foi encerrado pela Polícia Civil. Uma investigação que começou com uma denúncia de possível desvio de produtos resultou no flagrante de vendas feitas de forma ilegal.

Os representantes da empresa suspeitaram o desvio dos insumos e denunciaram o possível esquema à polícia. A investigação do caso em outubro de 2020 e encontrou diversos crimes relacionados ao armazenamento, transporte e aquisição do produto.

Os representantes da empresa responsável pelo descarte correto das carnes estragadas informaram que o conteúdo deveria ser enviado para Tubarão, para ser transformado em ração e biodiesel.

Colunistas