nsc
nsc

Saúde financeira

Afinal, o que é educação financeira? Entenda a importância do tema e como aplicar na rotina

Para desenvolver uma relação saudável com o dinheiro, é fundamental saber administrá-lo e realizar um planejamento financeiro alinhado com seus objetivos

30/04/2021 - 14h00 - Atualizada em: 30/04/2021 - 14h04

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Educação financeira
Ter uma boa educação financeira é o primeiro passo para realizar um planejamento financeiro adequado para o seu perfil.
(Foto: )

É seguro afirmar que a educação financeira não é um tema muito difundido no Brasil, principalmente nas escolas. No país, não existe o hábito de se ensinar como o dinheiro funciona e as formas mais indicadas de administrá-lo. Por isso, é comum que muitos brasileiros cheguem à fase adulta sem saber como lidar direito com suas finanças, acarretando problemas como endividamentos e maus investimentos.

> Saiba quais são os principais desafios da educação financeira no Brasil

No entanto, a boa notícia é que gestão financeira é uma habilidade possível de aprender e desenvolver com qualquer idade. Afinal, ter uma boa educação financeira é o primeiro passo para realizar um planejamento financeiro adequado para o seu perfil.

Para Marcelo Miranda, sócio e especialista em investimentos da Warren, não é possível ter um bom planejamento financeiro sem educação financeira. E isso independe do nível salarial ou da profissão.

— A educação financeira faz a pessoa entender o porquê de precisar do planejamento para atingir seus objetivos financeiros e entender quais caminhos seguir. Afinal, o dinheiro pode proporcionar às pessoas grandes conquistas de vida — afirma.

Mas, como aprender educação financeira para aplicar no dia a dia? Continue a leitura deste artigo para entender mais sobre o assunto.

Educação financeira para a vida

Na prática, a função da educação financeira é oferecer condições para uma pessoa decidir o que deve fazer com o seu dinheiro. Ou seja, quanto dinheiro ela deve poupar, onde investir e como ter mais rentabilidade e segurança, a fim de ter independência financeira e honrar com suas despesas para evitar problemas financeiros.

Marcelo conta que uma das linhas de atuação que a Warren trabalha é justamente a educação, para que as pessoas saibam o que elas precisam sobre mercado financeiro e investimentos, sem “financês”, falando de forma simples, para a partir daí pensar em um planejamento financeiro.

— Pessoas que estão mais educadas financeiramente conseguem fazer um planejamento financeiro melhor, simplesmente porque entendem mais facilmente como chegar lá, como alcançar os objetivos, e conseguem limitar os riscos das carteiras de forma mais fácil também, se comparado a pessoas que não têm o básico da educação financeira — comenta o sócio e especialista em investimentos da Warren.

Como ter um bom planejamento financeiro

Ter um bom planejamento financeiro, principalmente nos dias atuais, pode evitar muitas dores de cabeça. Afinal, em uma economia instável, quanto mais preparado para enfrentar desafios e obstáculos financeiros, melhor para a sua saúde financeira e gestão pessoal e profissional.

— A gente sentiu na pele, e no bolso, o estrago que a pandemia fez em muitas famílias. Todo mundo, de certa forma, teve que se apertar um pouco, controlar mais os gastos, porque vivemos um período de incertezas. Claro que ninguém planeja passar por uma pandemia, mas quem não tinha uma reserva de emergência, quem não tinha um planejamento mais completo, com certeza sentiu muito no bolso — explana Marcelo Miranda.

> Reserva de emergência representa segurança na hora de investir

Por essas razões e com o intuito de auxiliar você nas suas finanças, o especialista da Warren, que atua há mais de 10 anos com investimentos, preparou algumas dicas preciosas para o seu planejamento financeiro.

Dicas do especialista

1 - Saiba o quanto ganha e o quanto gasta. Parece mais do mesmo, mas entender o seu contexto financeiro é essencial para visualizar onde você mais gasta, onde pode economizar mais e o quanto você tem livre para poder investir. Utilize planilhas de excel ou algumas das dezenas de plataformas e aplicativos disponíveis para isso.

2 - Quite suas dívidas. Quanto menos dívidas, mais liberdade você tem para usufruir e investir o que você recebe.

3 - Tenha uma reserva de emergência, com no mínimo 6x o seu custo de vida mensal, em um local com liquidez e segurança. Ela também é chamada de reserva contra imprevistos e impede que você tenha que tirar empréstimos ou que comprometa o seu orçamento com algum gasto extra que não estiver previsto.

4 - Tenha um “caixinha” destinada para a sua aposentadoria ou independência financeira. Principalmente se você não quiser depender da Previdência Pública para viver com qualidade de vida depois que parar de trabalhar.

5 - Saiba onde quer chegar: detalhe seus objetivos financeiros e os riscos que podem surgir ao longo desse processo e como mitigá-los. Você quer fazer uma Eurotrip depois que a pandemia passar? Comprar a casa de frente para o mar? Trocar de carro? Liste estes objetivos e tenha em mente o quanto eles custariam para você. Tendo esse norte, fica muito mais fácil entender o quanto você precisa economizar e investir para atingir esses objetivos.

Planejamento financeiro
Contar com suporte especializado é o mais indicado para contribuir com esse processo de aprendizagem sobre finanças.
(Foto: )

E, além dessas dicas, pode ser importante também contar com um reforço para começar a planejar o seu futuro. Para isso, um suporte especializado é o mais indicado para contribuir com esse processo de aprendizagem. Pensando nisso, a Warren desenvolveu um programa de planejamento financeiro, o Warren Life.

O Warren Life permite que as pessoas entendam, de uma forma muito simples, como funciona o mercado de investimentos no Brasil e a diferença entre os principais produtos de investimentos. Assim, o programa mistura educação financeira e encerra entregando um planejamento completo para o investidor.

“Estava em um barco à deriva sem saber qual caminho seguir”, afirma empresário

O programa desenvolvido pela empresa de investimentos já conta com grande acervo de clientes que hoje aplicam também nos investimentos. Gustavo F.K., empresário do ramo imobiliário, é um exemplo de cliente satisfeito com o programa.

Investidor há sete anos e há cerca de 1 na Warren, Gustavo conta que a Warren Life o fez entender a necessidade de um planejamento financeiro e o auxiliou a traçar planos para atingir seus objetivos.

— Entender como tudo no mundo das finanças funciona fez total diferença para a minha vida. Hoje consigo compreender as sugestões recebidas com muito mais facilidade e a importância de cada ativo que está em minha carteira de investimentos.

Em relação às características que o fizeram confiar na Warren como fornecedora de soluções financeiras, o empresário comenta que a transparência no relacionamento, através do modelo de taxa fixa de gestão sobre seu patrimônio, foi fundamental.

— Fazendo uma analogia, antes do programa eu estava em um barco à deriva sem saber qual caminho seguir. Hoje, eu tenho um norte mais claro, de toda minha vida financeira.

Sobre os planos para o futuro, Gustavo revela de forma enfática:

— Conhecimento nunca é demais. Meu plano é seguir evoluindo para atingir meus objetivos financeiros.

É momento de rever objetivos e traçar o planejamento financeiro ideal para alcançar resultados. Para isso, conheça os planos da Warren e tenha controle sobre o seu dinheiro.

Saiba mais sobre educação financeira e investimentos acessando o canal Investe Mais no NSC Total.

Leia também

Chef dá dica para filhos prepararem o almoço do Dia das Mães

SC passa o RS e se torna o Estado com mais cervejarias por habitante no Brasil

Colunistas