nsc
dc

Vacinação

Após confusão, vacinas contra Covid para crianças chegam a SC; veja o número por cidades

Remessa com 39,8 mil doses do imunizante começará a ser distribuída aos municípios neste sábado (15)

14/01/2022 - 12h35 - Atualizada em: 14/01/2022 - 15h28

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Primeira remessa com 39,8 doses da vacina contra Covid-19 para crianças chegou em Santa Catarina
Primeira remessa com 39,8 doses da vacina contra Covid-19 para crianças chegou em Santa Catarina
(Foto: )

A primeira remessa com 39,8 mil doses da vacina contra Covid-19 para crianças chegou em Santa Catarina nesta sexta-feira (14). As doses estavam previstas para chegar pela manhã, mas houve uma confusão e o avião trouxe apenas imunizantes contra a febre amarela e diluentes. Às 11h57 um novo voo pousou no Aeroporto de Florianópolis com as vacinas contra o coronavírus. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Conforme informações da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC), na primeira remessa, o Ministério da Saúde enviou ao Estado um total de 39,8 doses pediátricas da Pfizer. Segundo estimativa populacional do IBGE 2020, são 642.800 crianças de 5 a 11 anos que podem receber o imunizante.  

A Dive informou que a distribuição das doses para cada uma das 17 regionais de saúde do Estado começará neste sábado (15), a partir das 7h. 

> Florianópolis inicia vacinação de crianças contra a Covid-19 neste sábado

Número de doses por regional  

  • Araranguá - 1.140 
  • Blumenau - 4.050 
  • Chapecó - 2.720 
  • Concórdia - 720 
  • Criciúma - 2.220 
  • Florianópolis - 6.010 
  • Itajaí - 3.880 
  • Jaraguá - 1.540 
  • Joaçaba - 1.090 
  • Joinville - 4.220 
  • Lages - 1.600 
  • Mafra - 2.150
  • Rio do Sul - 2.100
  • São Miguel do Oeste - 920
  • Tubarão - 1.900
  • Videira - 1.700
  • Xanxerê - 1.840

O quantitativo de doses para cada município está disponível na nota técnica da Dive.

Quantidade pequena

O quantitativo que desembarcou no Estado é suficiente para aplicar em pouco mais de 6% da meta. A quantidade pequena de vacinas foi comentada pelo secretário de saúde de SC, André Motta Ribeiro.

— É um percentual pequeno. Nós recebemos com certo atraso, essa liberação da Anvisa aconteceu há mais de três semanas, mas as [crianças com] comorbidade, aquelas crianças que são mais frágeis, terão prioridades — disse o secretário.

Leia também

Quais as 17 recomendações da Anvisa para vacinação de crianças contra Covid; veja lista

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

É falso que comprovante de vacina contra Covid será exigido na matrícula de escolas em SC

Colunistas