nsc
dc

País

Autoridades apuram ligação entre massacres em escolas de vários estados do Brasil

Laboratório de Operações Cibernéticas do MJSP analisa informações que liguem a ameaça de ataque a escola no DF com o caso do massacre em Santa Catarina

21/05/2021 - 15h28

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
plano de ataque a escolas
A exemplo do ataque neutralizado que ocorreria em escola pública do DF, no Recanto das Emas, outros ataques foram frustrados pelo trabalho feito em conjunto com o Homeland Security Investigations
(Foto: )

A operação deflagrada por policiais Civis da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), em parceria com a Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos (EUA), nesta sexta-feira (21), para desarticular o plano para executar um massacre, em uma escola do Distrito Federal, pode ter ligação com outras tragédias registradas ao redor do Brasil. Um dos casos seria o da creche em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, onde três crianças e duas mulheres foram mortas a facadas por um jovem de 18 anos.

A informação foi confirmada ao Metrópoles pelo coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), delegado Alessandro Barreto. A exemplo do ataque neutralizado que ocorreria em escola pública do DF, no Recanto das Emas, outros ataques foram frustrados pelo trabalho feito em conjunto com o Homeland Security Investigations (HSI).

> Autor de ataque em Saudades escolheu creche pela fragilidade das vítimas

> Michelle Bolsonaro visita creche de Saudades que sofreu ataque

De acordo com Barreto, as equipes navegam pelo ciberespaço procurando por mensagens e troca de informações que remetam ao planejamento de ataques como o que foi evitado, no início de maio, em Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Na ocasião, um menor, suspeito de planejar um ataque a uma escola pública, foi apreendido.

— É um esforço importante para antecipar e neutralizar ações que podem provocar grandes tragédias. Agora, apuramos se há ligação entre alguns desses casos, como esse do Rio, o do DF e o massacre que ocorreu em uma creche, em Santa Catarina — disse.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

*Por Carlos Carone.

Leia também

> Quem é o autor do ataque que deixou cinco mortos em creche no Oeste de SC

> Defesa do autor de ataque a creche em Saudades pede novo exame de sanidade mental

> Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

> É falso perfil que seria de autor do ataque a creche em SC com foto de Che Guevara e críticas a Bolsonaro

Colunistas