nsc
dc

publicidade

Futebol

Avaí sofre gol no fim e perde para o Ceará em confronto direto na luta contra o rebaixamento

Na estreia do técnico Evando, equipe criou chances, teve gol anulado e deixou o campo reclamando de falta no lance do gol adversário  

13/10/2019 - 18h09 - Atualizada em: 13/10/2019 - 20h58

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Avaí criou oportunidades em jogo de chances para ambos os lados, mas perdeu por 1 a 0 com gol no fim
Avaí criou oportunidades em jogo de chances para ambos os lados, mas perdeu por 1 a 0 com gol no fim
(Foto: )

Eram muitos os fatores que poderiam motivar o Avaí a retomar a recuperação no Campeonato Brasileiro neste domingo, diante do Ceará. A primeira razão era a estreia do novo técnico Evando, que assumiu o comando do clube na última semana após a saída de Alberto Valentim, que acertou com o Botafogo.

Além disso, a partida contra o Vozão também era um confronto direto na luta contra o rebaixamento. Antes de a bola rolar, a equipe azurra era a penúltima colocada, com 17 pontos, e estava a seis pontos do Ceará, com 23. Para ajudar, o adversário vinha de uma sequência de 10 jogos sem vencer.

Toda essa combinação resultou mesmo em muita vontade e entrega do Avaí na partida deste domingo, mas a partida terminou com um gosto amargo para a equipe azurra. Após suportar a pressão dos donos da casa, criar chances claras de gol na parte final do jogo, o Avaí sofreu um gol aos 44 minutos do segundo tempo e perdeu por 1 a 0. Bergson anotou o gol do Ceará. Foi a 14ª derrota do Avaí em 25 jogos no Brasileirão.

Com o resultado, o Avaí segue na penúltima colocação, com 17 pontos, agora a nove do Ceará, que foi a 26 pontos, saiu da zona de rebaixamento e é a primeira equipe fora da área de descenso. A Chapecoense, que joga às 19h deste domingo, caso vença o Cruzeiro ainda pode ultrapassar o Avaí.

:: Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro

O jogo

Com os dois times na luta contra o descenso, a partida foi aberta, com chances de ambos os lados. De um lado, o Ceará chegava com muitas bolas aéreas lançadas na área avaiana. De outro, o Avaí chegava com aposta em trocas de passes e contra-ataques puxados pelo lado esquerdo.

O primeiro susto do Avaí veio logo aos nove minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Tiago Alves cabeceou por cima do travessão, levando perigo ao gol do goleiro Vladimir.

A resposta do Avaí demorou a vir, mas chegou com boas triangulações e troca de passes. Em uma das oportunidades, aos 26, Igor Goularte avançou até a entrada da área e rolou para Igor Fernandes. O lateral tentou cruzar na área, mas foi bloqueado por Tiago Alves.

O jogo na primeira etapa foi aberto e teve chances de ambas as partes. No lado do Ceará, aos 37 minutos Fabinho aproveitou lançamento e resvalou de cabeça, para uma bela defesa de Vladimir. O técnico Adilson Batista, velho conhecido do futebol catarinense e que fazia apenas o terceiro jogo à frente do Ceará, foi vaiado pela torcida cearense após mexer no time ainda aos 30 do primeiro tempo. Sacou Mateus Gonçalves para colocar Bergson. Guarde este nome.

Por parte do Avaí, o lado esquerdo do ataque era o caminho das pedras no primeiro tempo. O setor voltou a ser acionado no fim da primeira etapa. Aos 43, na principal chance do Leão, o time chegou novamente em troca de passes até que Richard Franco rolou para Igor Fernandes. O lateral tentou chutar, mas não alcançou a bola e perdeu a chance de abrir o placar.

No segundo tempo, o Ceará voltou a assustar logo no início, com chances de Thiago Galhardo dentro da área aos 3 e aos 4 minutos da segunda etapa. Aos 17, Vladimir salvou o Avaí. Tiago Alves cabeceou após cobrança de falta e o goleiro avaiano fez uma defesa incrível à queima-roupa. No rebote, Betão salva em cima da linha e evita o que poderia ser o gol do Vozão.

Chance clara perdida e castigo no fim

Avaí do capitão Betão perdeu para o Ceará e segue na penúltima colocação
Avaí do capitão Betão perdeu para o Ceará e segue na penúltima colocação
(Foto: )

Mais à vontade na parte final do jogo, o Avaí teve uma chance clara de abrir o placar aos 37. Vinícius Araújo desceu pela esquerda, passou pelo marcador e rolou para Gabriel Lima, que havia saído do banco. De frente para o gol, o garoto furou e perdeu a principal chance do jogo de abrir o placar. O Avaí ainda chegou a fazer um gol com Vinícius Araújo, mas o árbitro anulou com auxílio do VAR por considerar impedimento do atacante azurra.

O futebol é implacável. Sem conseguir marcar, o Avaí acabou sofrendo o castigo aos 44 minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio, o goleiro Vladimir saiu, acabou caindo no lance. A bola sobrou para Bergson, que havia entrado no início do primeiro tempo. O atacante cearense subiu mais alto que todo mundo e marcou o gol do jogo.

A defesa do Avaí reclamou muito de falta no lance do gol. O capitão Betão deixou o campo na bronca com a arbitragem de vídeo, listando situações do campeonato em que as decisões teriam sido questionáveis. Outra crítica foi ao fato de o árbitro não ter consultado o recurso do vídeo para reanalisar o gol.

– Sempre fui a favor do VAR, mas da maneira que está sendo utilizada, está trazendo mais prejuízo – opinou o zagueiro.

Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico do Avaí, Evando, também reclamou de falta no lance do gol e disse que tentou agredir o adversário para ir em busca da vitória até o final da partida. Essa é uma marca que o novo comandante quer imprimir à equipe.

— Temos que ser mais ofensivos, buscar mais o gol, querer mais a vitória. Vai ser assim. Sei que é interinamente, mas quero fazer a equipe evoluir para trazer vitórias. Vim para cá para vencer. Quero vencer o Inter, e vou trabalhar até quinta-feira para isso. Temos que ser mais ofensivos, agudos. É assim que a torcida do Avaí gosta de um time - avaliou.

Na próxima rodada, o Avaí recebe o Internacional na Ressacada, na quinta-feira, às 19h15min. Já o Ceará visita o terceiro colocado Santos, na Vila Belmiro, no mesmo dia e horário.

Jogo era considerado confronto direto na luta contra o rebaixamento
Jogo era considerado confronto direto na luta contra o rebaixamento
(Foto: )

Ficha

Ceará

Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves (Eduardo Brock), Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Felipe Baxola e Thiago Galhardo; Mateus Gonçalves (Bergson), Willian Popp (Juninho Quixadá)

Treinador: Adilson Batista

Avaí

Vladimir; Lourenço, Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Wesley (João Paulo), Richard Franco, Matheus Barbosa (Mosquera); Caio Paulista, Igor Goularte (Gabriel Lima) e Vinícius Araújo.

Técnico: Evando Camillato

Cartões amarelos: Fabinho (C), João Paulo e Matheus Barbosa (A)

Gol: Berson (C), aos 44 minutos do segundo tempo

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sa

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade