nsc
    santa

    Em Itajaí

    Balada é interditada na Praia Brava pela segunda vez em três dias por promover aglomeração

    A primeira vez foi na sexta-feira (25) e a segunda neste domingo (27)

    28/12/2020 - 08h42 - Atualizada em: 28/12/2020 - 09h26

    Compartilhe

    Brenda
    Por Brenda Bittencourt
    Vídeos flagraram a aglomeração de pessoas nos dois dias em que o local foi interditado.
    Vídeos flagraram a aglomeração de pessoas nos dois dias em que o local foi interditado pela PM.
    (Foto: )

    Uma balada na Praia Brava foi interditada duas vezes neste feriadão e Natal por promover aglomeração, descumprir as regras de distanciamento e funcionamento que tentam frear a disseminação do novo coronavírus no Estado, de acordo com a Polícia Militar. Nas duas interdições, foi a própria PM que atendeu a ocorrência.

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    O estabelecimento foi fechado pela primeira vez na noite de sexta-feira (25). Um vídeo flagrou a aglomeração de pessoas no local. O caso aconteceu no restaurante-balada La Belle, que inaugurava a unidade em Itajaí. No vídeo é possível notar a música alta no estabelecimento e pessoas em volta das mesas — algumas, inclusive, de pé.

    A segunda interdição ocorreu na noite deste domingo (27), quando mais uma vez a Polícia Militar recebeu denúncias sobre o funcionamento irregular do local e novamente lavrou o termo de interdição. Outro vídeo, feito em frente ao estabelecimento, expõe a música alta e a aglomeração, o que motivou a fiscalização por parte da PM.  

    > Restaurante que faz baladas em Balneário Camboriú vai parar na Justiça por 'risco à saúde pública'

    Segundo a Polícia Militar, a balada funciona com alvará de restaurante, mas em desconformidade com as medidas vigentes do Estado contra a Covid-19. O dono do local disse à PM que estaria cumprindo todas as medidas de segurança vigente no decreto sanitário e abrindo o restaurante apenas para almoço e jantar.

    > Leia também: SC tem mais de 2 mil ocorrências de desrespeito às regras contra Covid-19 em três dias

    Em nota, a Polícia Militar disse que o local " está funcionando como balada, pub, casa noturna" e não como restaurante, e que estaria descumprimento regras sanitárias, "com grande aglomeração de pessoas, sem o uso regulamentar de máscaras, descumprindo a capacidade de pessoas permitida". A Foz do Itajaí-Açu, conforme matriz de risco do governo do Estado, está em risco "gravíssimo" para a Covid-19.

    Contraponto

    Procurado pela reportagem no último dia 25, o estabelecimento disse que “os locais estavam ocupados pelos clientes normalmente” e alegou que as atividades foram encerradas às 21h30min. Na manhã desta segunda-feira (28), ao ser questionada sobre a nova interdição e quais providência seriam tomadas para evitar novas aglomerações, a assessoria contestou a reportagem, chamou de “mais do mesmo” e pediu para que a imprensa “fique do lado” do setor de bares, restaurantes e entretenimento. Sobre as imagens flagradas no vídeo, o estabelecimento não se manifestou. 

      > “Achei que a cidade fosse derreter”, diz prefeito de Bombinhas sobre os estragos da chuva

    2 mil ocorrências

    Mais de 2 mil ocorrências de perturbação de sossego foram registradas em apenas três dias do feriadão de Natal em Santa Catarina. Um levantamento feito pela Polícia Militar (PM) entre os dias 24 e 26 de dezembro mostrou que foram notificados 2.351 casos de perturbação - que estão ligados diretamente com aglomerações e descumprimento das medidas para conter o coronavírus, segundo a polícia.

    > SC tem mais 32 mortes por Covid-19 e confirma 1,7 mil novos casos

    Colunistas