nsc
dc

Brasil

Bloqueio de R$ 1 bilhão para o MEC afeta Enem 2022 e reformas de escolas

Corte impacta diretamente a infraestrutura da educação básica, segundo nota técnica da ONG Todos pela Educação

24/06/2022 - 10h51 - Atualizada em: 24/06/2022 - 11h12

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Do total bloqueado metade foi retirada do ensino superior
Do total bloqueado metade foi retirada do ensino superior
(Foto: )

O bloqueio de recursos do Ministério da Educação (MEC) vai impactar diretamente a infraestrutura da educação básica, de acordo com nota técnica da ONG Todos pela Educação, divulgada nessa quinta-feira (23). O impacto na área é de R$ 1 bilhão. O relatório também aponta uma redução no orçamento para realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022.

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Segundo o estudo do Todos pela Educação, do total bloqueado, 50% foi retirado do ensino superior, 28% da educação básica e, da educação profissional e da administração e encargos, reduziu-se 11% cada.

No ensino básico, do R$ 1 bilhão bloqueado, 80% incide sobre as despesas discricionárias, o que representa R$ 817 milhões. A ação de apoio à infraestrutura foi proporcionalmente a mais afetada. A área é responsável pela construção, reformas e ampliações de escolas, além da compra de equipamentos e mobiliário.

Em maio deste ano, o governo federal editou um decreto que promoveu ajustes no orçamento para garantir o reajuste salarial de servidores federais e abrir espaço para gastos com despesas obrigatórias. No Ministério da Educação, o corte de R$ 3,6 bilhões gerou uma reação das universidades, setor mais afetado pela redução.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia mais:

"Foi lindo": filha de refugiados da Ucrânia nasce em Floripa

Filha trans de Elon Musk poderá mudar de gênero e nome

Artista de Joinville participa do Encontro após 'tatuar' corpo de Fátima Bernardes

Colunistas