nsc
    santa

    Tratamento

    Blumenau vai receber 36 mil comprimidos de cloroquina do governo federal

    Doses só serão entregues mediante prescrição médica

    04/08/2020 - 18h57 - Atualizada em: 04/08/2020 - 20h02

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Hidroxicloroquina
    Hidroxicloroquina
    (Foto: )

    Blumenau receberá 36 mil comprimidos de cloroquina nos próximos dias para o tratamento contra o coronavírus. O Ministério da Saúde confirmou à prefeitura que o Exército já embala as unidades e a própria instituição deve trazer o remédio à cidade. A substância ficará disponível na policlínica para os pacientes que receberem prescrição médica para o uso.

    > Clique aqui para receber as últimas notícias de Blumenau e região pelo Whatsapp.

    A informação foi divulgada pelo prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) em transmissão ao vivo nesta terça-feira (4). A prefeitura já havia solicitado o envio do medicamento ao governo do Estado, que mandará cerca de 600 das 20 mil doses requeridas. A gestão municipal então solicitou ao governo federal 40 mil comprimidos. A resposta vinda de Brasília é que 36 mil devem chegar à cidade até a próxima semana.

    Hildebrandt enfatizou que o remédio não será entregue sem o pedido médico. No tratamento ao coronavírus, caberá ao profissional, em comum acordo com o paciente, optar pela medicação. Poderão recorrer à policlínica tanto doentes em tratamento pelo SUS quanto pela rede privada de Saúde.

    Prefeito de Itajaí sugere aplicação retal de ozônio para tratar coronavírus Recentemente, um estudo brasileiro sobre os efeitos da hidroxicloroquina no tratamento de Covid-19, que incluiu pacientes de Blumenau, não encontrou evidências de eficácia do medicamento. A pesquisa, que envolveu o Hospital Santo Antônio e outros 54 hospitais brasileiros, foi publicada em uma respeitada publicação científica internacional, a The New England Journal of Medicine.

    Coronavírus em Blumenau

    Conforme dados da prefeitura desta terça-feira (4), a cidade registra 9.517 casos confirmados, 2.410 em tratamento. São 63 blumenauenses mortos devido às complicações da doença e 59 em leitos de UTI. Incluindo pacientes de outras cidades, a ocupação está em 100% nos leitos regulares e 26% nos montados na chamada "operação de guerra". Nas enfermarias dos hospitais há 48 pessoas (27%).

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas