nsc
dc

7 de Setembro

Bolsonaro volta a atacar ministro do STF durante discurso em São Paulo

Presidente também voltou a defender o voto impresso durante encontro com apoiadores na Avenida Paulista

07/09/2021 - 15h33 - Atualizada em: 07/09/2021 - 16h39

Compartilhe

Por Luana Amorim
Discurso ocorreu durante ato na Avenida Paulista neste 7 de setembro
Discurso ocorreu durante ato na Avenida Paulista neste 7 de setembro
(Foto: )

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou para apoiadores durantes as manifestações a favor do governo, em São Paulo. No ato, que ocorreu na Avenida Paulista na tarde desta terça-feira, 7 de setembro, ele voltou a fazer ameaças ao Supremo. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

> Cidades de SC têm manifestações de 7 de Setembro a favor de Bolsonaro

O discurso ocorreu por volta das 15h50. Em cima de um caminhão, o presidente fez críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, aos gritos dos apoiadores. 

— A indignação de vocês foi crescendo. O nosso povo sempre primou pela liberdade, sempre respeitamos as leis e nossa constituição. Esse presidente que vos fala sempre esteve dentro das quatro linhas da constituição. Agora, chegou o momento de dizermos às pessoas que abusam da força e do poder, de dizer que agora tudo vai ser diferente”. — disse durante o discurso.

Além disso, Bolsonaro voltou a defender o voto impresso durante o discurso. Ele disse que os "eleitores não querem eleições que gerem dúvidas". Ao fim do discurso, o presidente mencionou os pedidos de impeachment e criticou aqueles que apontam supostos crimes cometidos por ele. 

— E dizer àqueles que querem me tornar inelegível: só Deus me tira de lá. Quero dizer aos canalhas que eu nunca serei preso — avisou. 

Durante a manhã, diante de milhares de apoiadores em Brasília, o presidente já havia feito um discurso com ameaças golpistas ao STF. Ele disse que não aceitará que qualquer autoridade tome medidas ou assine sentenças fora das quatro linhas da Constituição.

SC tem manifestações a favor e contra o governo 

Em Santa Catarina, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro também foram as ruas neste 7 de setembro. Dezenas de cidades registraram atos a favor do governo, com a presença de carros de som e bandeiras do Brasil. Além disso, também houve o bloqueio de rodovias por caminhões, máquinas agrícolas e automóveis.

Manifestações fazem parte fundamental da democracia. Mas as de hoje seguem uma pauta antidemocrática e inconstitucional, como pedidos de destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o retorno do voto impresso, intervenção militar e ameaças ao Congresso Nacional. Durante os atos deste 7 de Setembro, moradores passam por ruas de cidades de moto, carro ou caminhão com a bandeiras do Brasil à mostra e buzinaço.

No Estado também houve registro de atos contra o atual governo. As manifestações contrárias pedem o impeachment do presidente Bolsonaro. Os atos são organizados por centrais sindicais, partidos políticos e movimentos sociais. 

*Com informações do Metrópoles

Leia também: 

Quem faz parte do Conselho da República que Bolsonaro quer convocar

Cidades de SC têm manifestações contra Bolsonaro no 7 de Setembro

Queiroz participa de manifestação pró-Bolsonaro em Copacabana

Colunistas