nsc
hora_de_sc

Queimada

Bombeiros impedem que incêndio na Serra do Tabuleiro atinja casa e hotel em SC

De acordo com o coordenador do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, a área queimada, em Santo Amaro da Imperatriz, pode ser comparada à de cinco campos de futebol profissional

12/01/2022 - 17h01

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Ferrarez
Os bombeiros levaram 24 horas para controlar o incêndio e impedir que ele atingisse o hotel, a casa ou o parque estadual da Serra
Os bombeiros levaram 24 horas para controlar o incêndio e impedir que ele atingisse o hotel, a casa ou o parque estadual da Serra
(Foto: )

Um incêndio na Serra do Tabuleiro atingiu pelo menos cinco hectares de terra até a tarde desta quarta-feira (12) perto de um hotel e uma casa em Santo Amaro da Imperatriz. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou no início da tarde de terça-feira (11), e, levou mais de 24 horas para ser apagado.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

De acordo com o coordenador do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, Carlos Cassini, a área queimada até o momento pode ser comparada a cinco campos de futebol profissional, e fica bem próxima ao parque, mas fora dele.

Os bombeiros anunciaram que o fogo foi completamente apagado por volta das 17h. Para o coordenador do parque, é possível que o vento e o calor no local façam o fogo voltar a queimar. A área queimada é de Mata Atlântica.

— Pela imagem de satélite da área dá para verificar que a principal vegetação queimada foi samambaia (a vegetação verde claro). Queimaram algumas árvores mais na borda, mas a umidade do solo debaixo das árvores ajudou a conter a propagação do fogo — explica.

Segundo Cassini, as autoridades trabalham com a hipótese de que o incêndio pode ter sido causado por um acampamento feito na região, a partir de uma fogueira deixada acesa no local.

Por ser um local de difícil acesso, os bombeiros usaram um helicóptero para apagar as chamas. Segundo a corporação, o fogo está distante do hotel e da casa mais próximos, em Santo Amaro da Imperatriz, mas chegaria lá se não fosse controlado. 

O trabalho foi feito em conjunto entre bombeiros, com a Polícia Militar Ambiental, o Instituto do Meio Ambiente e a Defesa Civil, que impediram que o fogo se espalhasse. 

Veja imagens

Assista vídeos ao incêndio

Leia também

UTIs estão lotadas de pacientes não vacinados contra Covid e arrependidos, diz médica

Vizinhos tentaram salvar família de incêndio em Florianópolis e relatam gritos e comoção

Volta às aulas em SC tem novas regras definidas em decreto

Colunistas