Uma briga entre vizinhos terminou com a morte de uma mulher e outras duas pessoas feridas no bairro Jardim Iririú, na zona Leste de Joinville. Edna de Oliveira Silva foi esfaqueada, chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

O caso aconteceu na noite de sexta-feira (1°) e a Polícia Militar foi acionada por moradores da região. Quando chegaram ao local, os agentes encontraram Edna caída no chão com diversas lesões no peito. No endereço, os agentes ainda encontraram um homem segurando uma mulher, suspeita de ter agredido a vítima. Ambos também estavam machucados.

Motorista morre prensado entre caminhões em engavetamento na BR-101, em SC

Testemunhas contaram aos policiais que o endereço é composto por duas quitinetes e uma discussão teria iniciado em uma das casas, entre um morador e uma mulher que havia ido visitá-lo. Durante a briga, a suspeita teria pegado uma faca na cozinha e golpeado o homem na testa e no braço.

Continua depois da publicidade

Por causa do barulho, Edna, sobrinha do morador, tentou forçar a porta para entender o que estava acontecendo, mas o local estava trancado. Mesmo assim, insistiu e, quando conseguiu acesso ao imóvel, foi surpreendida com facadas.

Com a vítima caída no chão, a desavença entre o casal continuou do lado de fora. O morador teria pegado um sarrafo e corrido atrás da mulher, que continuava com a faca. Já sem a arma, o homem segurou a suspeita até a chegada dos policiais. Ela estava com um ferimento na perna, não soube dizer como havia se machucado e foi encaminhada ao hospital São José, assim como Edna.

Edna, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu assim que deu entrada na unidade de saúde. Já a suspeita pelas agressões foi detida pela polícia logo após ser atendida por uma equipe médica.

Leia também

Marido que estrangulou mulher até a morte é condenado a mais de 30 anos de prisão em SC

Maioria das obras de pavimentação comunitária em Joinville não tinha documentação, diz MP

Esquema no Detran de Joinville “limpava” multas até de outros estados, diz polícia

Destaques do NSC Total