nsc
dc

Viagem

Busca por intercâmbio nos EUA cresce; saiba quem pode e como solicitar o visto de estudante

Consulados americanos no Brasil retomaram os agendamentos para emissão de vistos em maio

27/05/2021 - 13h11 - Atualizada em: 27/05/2021 - 14h37

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Vistos para turismo, no entanto, continuam suspensos
Vistos para turismo, no entanto, continuam suspensos
(Foto: )

Após mais de um ano sem emitir vistos para os Estados Unidos, os consulados americanos retomaram os agendamentos para estudantes brasileiros neste mês, o que fez a procura por intercâmbios aumentar em Santa Catarina. Segundo o chefe da seção consular do consulado dos EUA em Porto Alegre, Jeffrey Borenstein, centenas de estudantes já foram atendidos em maio. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A retomada dos agendamentos ocorreu, após a Casa Branca anunciar, no final de abril, que os estudantes brasileiros são elegíveis para Exceções de Interesse Nacional às restrições de viagens relacionadas ao Brasil, que estão em vigor devido à pandemia de Covid-19. 

Até então, as exceções para entrada nos Estados Unidos eram apenas para cidadãos norte-americanos, residentes permanentes legais (portadores de Green Card) e familiares de cidadãos norte-americanos. 

Com a nova regra, estudantes matriculados em instituições de ensino americanas em programas que iniciam em 1º de agosto ou depois, podem agendar a solicitação de visto. Os vistos para turismo, no entanto, continuam suspensos. 

— Retomamos o agendamento de visto para estudantes há muito pouco tempo, mas posso dizer que há uma procura substancial. Centenas de estudantes já foram atendidos nestas últimas semanas e acredito que poderemos atender todos que têm aulas a partir de agosto — disse o chefe da seção consular de Porto Alegre, Jeffrey Borenstein. 

Além de ser um alívio para estudantes que estavam com o futuro incerto por conta da pandemia, a flexibilização de restrições de viagens aos EUA incentivou a procura por intercâmbios. 

Segundo Guilherme Leithold, diretor da CI Intercâmbio em Florianópolis, houve um aumento na demanda por informação e clientes que estavam receosos começaram a fechar pacotes. 

— Esse tipo de notícia, que começaram a diminuir as restrições, incentiva as pessoas a dar um passo à frente no intercâmbio. Por exemplo, agora neste mês, por causa da liberação pros estudantes brasileiros, eu já fechei pacotes. Como a vacinação está bem avançada nos Estados Unidos, quase todas as escolas de idiomas e universidades estão com funcionamento normal — explica.  

> EUA vão doar 60 milhões de vacinas da AstraZeneca para outros países

Vacinação nos EUA e regras contra Covid  

Mesmo com a vacinação avançada nos Estados Unidos, Jeffrey explica que não há garantia que os estudantes internacionais poderão tomar a dose pelo sistema de saúde americano. Alguns estados estão oferecendo vacinação para qualquer pessoa, como Nova York e Flórida, mas as regras dependem de cada local.  

Todas as pessoas viajando aos Estados Unidos precisam apresentar um teste PCR negativo de Covid-19, feito no máximo 72 horas antes de embarcar. A regra é válida mesmo para quem já estiver vacinado. 

Além disso, o chefe consular explica que alguns estados exigem quarentena local de 15 dias e outros procedimentos. Por isso, o estudante precisa verificar as exigências com cada instituição de ensino.

> Consulado dos EUA abre edital para financiamento de projetos catarinenses de até $20 mil

Visto de estudante para os EUA 

Veja abaixo as regras vigentes e o passo a passo de como tirar o visto de estudante para os Estados Unidos. 

Quem pode emitir o visto? 

Neste momento, novos vistos podem ser emitidos para estudantes em duas categorias: 

- F: estudante de curso acadêmico

- M: estudante de curso vocacional (não acadêmico) 

Como solicitar o visto? 

1 - Antes de solicitar o visto, o estudante deve se matricular em um programa nos Estados Unidos e receber os documentos necessários da instituição de ensino, entre eles um documento chamado I-20;  

2 - Depois, o estudante precisa preencher o formulário de visto indicado no site da embaixada e fazer o pagamento das taxas MRV e Sevis

3 - Após confirmação do pagamento, o estudante poderá fazer o agendamento para entrevista no consulado. 

> “A transição pacífica para Biden e o apelo à unidade representa novos começos”, diz cônsul dos EUA

Quais são os prazos? 

Estudantes podem marcar a entrevista de visto até 120 dias antes da data de início do seu programa de estudos. Se marcarem antes, ainda poderão fazer a entrevista, mas o visto não será emitido até 120 dias antes.  

Estudantes podem entrar nos Estados Unidos até 30 dias antes do começo do programa. 

Quem já tem um visto válido pode entrar nos EUA? 

Os estudantes que já têm o visto apropriado - categorias F ou M - em seu passaporte e que têm um documento I-20 com data de 1º de agosto ou depois, podem viajar sem necessidade de entrar em contato com a embaixada ou consulado. No entanto, também só poderão ingressar nos Estados Unidos até 30 dias antes do começo do seu programa. 

Colunistas