nsc
dc

Animais

Cadela morre abraçada ao dono após ter ataque em razão de fogos de artifício 

Caso, que aconteceu na Argentina, causou comoção nas redes sociais 

17/12/2019 - 19h20 - Atualizada em: 17/12/2019 - 22h26

Compartilhe

Por GaúchaZH

Uma cadela morreu abraçada ao dono após ter um ataque cardíaco em função de fogos de artifício, conforme contou a matricarca da família, Antonella Modasjazh, no sábado (14), em postagem no Facebook.

De acordo com o relato de Antonella, a mascote, chamada pela família de Magui, morreu nos braços do seu filho, que tentou amparar o animal. "Era velhinha e tinha terror a fogos de artifício", disse a respeito da cadela.

Cadela morre abraçada ao dono após ter ataque em razão de fogos de artifício
(Foto: )

"Enquanto os outros estavam se divertindo, ela estava passando muito mal", completou. A família diz ter ligado para todos os veterinários da cidade de Esquel, na Argentina, mas nenhum teria atendido.

A postagem teve grande repercussão na rede social após ser compartilhada pelo grupo de voluntários Amigos dos Animais Esquel (ADAE). Até a tarde desta terça-feira (17), o post tinha mais de 13 mil compartilhamentos.

No post, a ADAE fez discurso contrário aos fogos de artifício, com dura crítica aos seus adeptos: "Manifestamos o nosso repúdio àqueles que causaram esta dor e nos solidarizamos com a família de Magui neste duelo inesperado e injusto. O que mais precisa que aconteça para entenderem que está errado?", questionou o grupo.

Leia também

Enquete sobre fogos de artifício no site da Câmara de Florianópolis é fraudada

Projetos querem proibir foguetes como o que contribuiu para morte de criança no Litoral de SC

Sancionada lei que pretende diminuir o barulho dos fogos de artifício em Blumenau

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas