nsc

Cidade

Café destruído por carro em shopping era ponto de encontro de amigos em Florianópolis

Veículo na contramão invadiu prédio na madrugada desta sexta-feira

15/10/2021 - 12h14 - Atualizada em: 15/10/2021 - 15h48

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
Café ficou destruído nesta madrugada
Café ficou destruído nesta madrugada
(Foto: )

Pela primeira vez, nos últimos 21 anos, o café do andar térreo do Shopping Beiramar, em Florianópolis, não atendeu clientes num dia útil. O local ficou destruído nesta sexta-feira (15) depois que um carro na contramão invadiu o prédio, pelo acesso de pedestres da Rua Altamiro Guimarães, por volta das 3h30. O café é um ponto de encontro para muitos moradores da região. 

- Muitos vão tomar café antes do horário de abertura, temos clientes diários e de muitos anos, é como uma grande família. Foi muito triste ver tudo destruído, mas vamos superar isso - declarou Laurinda Mafra, proprietária do estabelecimento. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

> Motorista que invadiu shopping em Florianópolis é liberado da prisão sob fiança de R$ 5,5 mil

Ao lado do marido, Ademar Mafra, Laurinda comanda uma equipe de oito funcionários, que, agora, aguardam a reconstrução do espaço. 

- Temos seguro, mas não para este tipo de acidente. Vamos ter que reconstruir o café. Ainda bem que não teve nenhuma vítima - ponderou a proprietária. 

De acordo com a Guarda Municipal, o condutor de 31 anos, está desde junho com o direito de dirigir supenso. A restrição vai até dezembro de 2022. Apesar dos sinais de embriaguez, nesta madrugada, se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Até a publicação desta reportagem, o motorista estava preso e a fiança era de R$ 11 mil. Segundo a NSC TV, ele foi indiciado por embriaguez e por expor a vida de outros ao perigo. Pelas imagens das câmeras de segurança do shopping, se vê que poucos instantes antes do carro entrar, um segurança passou pelo local. Ninguém ficou ferido. 

Sem encontro

Frequentador assíduo do café, o aposentado Naldo da Costa ficou apavorado com o que que viu nesta manhã. 

- Venho aqui todo dia, eu e minha turma, de uns quatro cinco "velhos", para a gente se reunir, falar besteiras e contar piadas. É um encontro com os amigos. Que coisa horrorosa. Se fosse numa hora de movimento poderia ter matado alguém - declarou.

A entrada invadida é próxima a um supermercado, um posto bancário e uma farmácia, que atenderam o público desde as 8h normalmente. Segundo o diretor-executivo do shopping Walter Bizeli as medidas cabíveis estão sendo analisadas. 

- Por enquanto estamos preocupados em restabelecer o pleno funcionamento do shopping e dar apoio ao dono do café. Com certeza, vamos buscar todos os nossos direitos, até porque a forma como aconteceu foi inusitada - declarou. 

O acesso ao shopping, pela Rua Altamiro Barcelos, está liberado e o funcionamento segue normalmente. 

Leia também

Cobra é encontrada viva dentro de couve-flor em Florianópolis

Adolescentes de 15 e 17 anos são encontrados mortos em estrada na Grande Florianópolis

Surfistas se deparam com tubarão em Balneário Camboriú

Colunistas