nsc
nsc

Meio ambiente

Surfistas se deparam com tubarão em Balneário Camboriú

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
14/10/2021 - 09h56
Alargamento da Praia Central atrai tubarões
Alargamento da Praia Central atrai tubarões (Foto: Patrick Rodrigues, Arquivo NSC)

Um grupo de surfistas relatou um encontro com um pequeno tubarão na Praia Central de Balneário Camboriú na última quarta-feira (13). O caso foi divulgado como um suposto ataque, o que não foi confirmado. Na verdade, o animal se aproximou e chegou a encostar em pelo menos um dos surfistas, que se assustou e pensou que tinha sido ferido.

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O tubarão tinha menos de um metro de comprimento e parecia ser um filhote. Ele fugiu logo depois do esbarrão. O pesquisador Jules Soto, curador do Museu Oceanográfico da Univali, em Balneário Piçarras, conversou com três dos surfistas que avistaram o animal e está convencido de que ocorreu apenas uma “sondagem” por parte do tubarão. Segundo ele, é comum que tubarões pequenos avaliem o que não conhecem encostando o focinho.

Tubarão de dois metros aparece na praia em Balneário Camboriú; vídeo

- Esses tubarõezinhos possuem sensores no focinho. Quando detectam movimento, se afastam. Foi o que aconteceu – diz.

O avistamento ocorreu longe da área de banhistas, a cerca de 200 metros da praia, e em área próxima ao atual ponto das obras de alargamento da faixa de areia. Os surfistas não conseguiram observar o animal com detalhes – o que ajudaria o especialista a identificar a espécie. Mas observaram que o formato da cabeça era diferente dos tubarões-martelo, que apareceram em setembro junto ao molhe da Barra Sul.

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dragagem atrai tubarões

Jules Soto avalia que as obras de alargamento, que revolvem a areia ao largo da Praia Central, têm feito aumentar a quantidade de tubarões que se aproximam de Balneário Camboriú. Segundo ele, a dragagem revolve a areia e aumenta a oferta de alimentos mais perto da orla, o que faz com que os animais se arrisquem a nadar em locais que não costumam frequentar.

Qual é o risco de ser mordido por um tubarão nas praias de Santa Catarina

Há poucos dias, o pesquisador foi procurado por pescadores que relataram um aumento significativo na quantidade de tubarões capturados na orla de Balneário Camboriú. Eles estavam preocupados com alguma implicação ambiental, já que algumas espécies são protegidas por lei e têm a pesca proibida.

- O que tem aparecido são tubarões pequenos, de até 1,5 metro e de espécies comuns na nossa costa, que estão chegando mais próximos da baía por causa da dragagem.

O professor ressalta que esses animais já vivem na região e não são perigosos – especialmente quando se trata de tubarões pequenos.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia também

Teve reação à vacina da Covid-19? Saiba o que fazer

Entenda o conflito no Afeganistão com volta do Talibã ao poder em 10 perguntas e respostas​​​​

Variante Delta: veja a eficácia de cada uma das vacinas da Covid​​

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

Nevascas históricas em Santa Catarina; veja fotos e quando aconteceram

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas