nsc
hora_de_sc

Você já viu algum?

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

Cobra com pernas, peixes estranhos e outros animais que já foram encontrados no Estado

24/05/2021 - 04h00 - Atualizada em: 31/05/2021 - 21h36

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Animais estranhos e raros encontrados em Santa Catarina
Animais estranhos e raros encontrados em Santa Catarina
(Foto: )

A aparição de uma rara raia manta no litoral sul de Santa Catarina surpreendeu não só o Projeto Franca Austral, que foram os responsáveis pelo avistamento, mas sim a todos os catarinenses, já que esta foi a primeira vez que esse animal foi visto nas águas do nosso estado. Muitos animais estranhos e raros podem ser encontrados no Estado.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

> Adolescente é apreendida em Florianópolis ao se passar por médica no Hospital Celso Ramos

Além desse espécime aquático, muitos outros animais igualmente raros e estranhos já foram avistados em SC, como a medusa gigante, capaz de atingir até um metro de diâmetro, e a preá de Moleques do Sul, um dos mamíferos mais raros do planeta.

> Grupo de pinguins é solto em praia de Florianópolis; veja fotos

> Recorde de frio em SC: confira as menores temperaturas registradas na história

Ficou curioso? Então, Confira abaixo a lista que fizemos com os 16 animais raros e estranhos que já foram vistos em SC:

1 - Raia Manta

Raia manta
Raia manta
(Foto: )

Começaremos a nossa lista de animais estranhos de SC com uma raia manta, que foi avistada Projeto Franca Austral no sábado (15) em Laguna, litoral sul de Santa Catarina.

Conhecia por sua aparência pouco comum e considerada ameaçada de extinção, a raia manta, que é da espécie Mobula Birostris, é uma das maiores espécies de raia do mundo, pesando até 2 toneladas e chegado a medir, de uma asa a outra, até 8 metros.

Este encontro de sábado foi o primeiro registro, em Santa Catarina, de um exemplar desse animal.

 ​> Alga tóxica registrada pela primeira vez em SC causa morte de peixes na Lagoa da Conceição

2 - Cobra-de-pernas-tridáctila

Cobra de pernas tridáctila
Cobra de pernas tridáctila
(Foto: )

Já pensou encontrar no quintal de casa um lagarto se parece mais com uma cobra?

Em abril de 2017 foi encontrado um exemplar de Chalcides Striatus no quintal de uma casa, localizada no bairro Saco dos Limões, em Florianópolis/SC.

Popularmente conhecido como cobra-de-pernas-tridáctila, ele media 30 cm e, apesar de ser bastante semelhante a uma serpente, ele, na verdade, é um lagarto

Esse lagarto se encontra na lista de animais em extinção, é conhecido por ter 4 patas bem pequenas, com três dedos em cada uma delas, e se diferencia das cobras por ter ouvidos.

O Lagarto, encontrado em Floripa, foi capturado pelo Corpo de Bombeiros e levado para uma área de reserva.

> Oito peixes de espécie em extinção são vistos em São Francisco do Sul em fenômeno raro; veja vídeo

3 - Medusa gigante

Medusa gigante encontrada na Ilha do Campeche, em Florianópolis
Medusa gigante encontrada na Ilha do Campeche, em Florianópolis
(Foto: )

Mais um animal marinho para nossa lista de animais estranhos de SC! No dia 14 de fevereiro de 2020 foi avistada uma medusa gigante, da espécie Drymonema gorgo, nas águas da ilha do Campeche.

Considerada a maior espécie a viver na costa brasileira, um animal como esse, que pode alcançar até um metro de diâmetro, não era encontrada nas águas da Capital desde 1861!

> Testes de produtos de beleza em animais passam a ser proibidos em Santa Catarina

4 - Petrel-gigante-do-norte

Petrel-gigante-do-norte
Petrel-gigante-do-norte
(Foto: )

Conhecido por ser um exímio predador, necrófago de mamíferos e aves, e ser ágil em terra, um exemplar de petrel-gigante-do-norte foi encontrado em outubro de 2019 na praia de Jurerê Internacional, no Norte de Florianópolis.

Essa ave oceânica foi reabilitada pela equipe da ONG R3 Animal e devolvida ao Meio Ambiente após três semanas de cuidados.

Além de ser bastante raro, esse animal estranho do Hemisfério Sul apresenta um comportamento bastante peculiar: quando ele se sente ameaçado ou é apanhado, costuma regurgitar um conteúdo estomacal fedorento, como proteção, em um jato que pode alcançar até 2 metros de distância.

> Vídeo: cachorro enterrado vivo no Sul de SC é resgatado e irá para adoção

5 - Lagarta cachorrinho

Lagarta cachorrinho
Lagarta cachorrinho
(Foto: )

Conhecida por ser venenosa, a lagarta cachorrinho é uma taturana da espécie Podalia orsilochus encontrada no interior da cidade de Iporã do Oeste não podia deixar de fazer parte da nossa lista de animais estranhos de SC.

Essa lagarta possui cerdas urticantes para se defender de predadores, durante sua fase larval antes de se transformar em uma mariposa, que quando entram em contato com a pele humana causam uma sensação bem dolorosa, semelhante a uma queimadura.

> Filhote de jacaré é encontrado em creche no bairro São Simão, em Criciúma

6 - Tubarão-martelo

Tubarão martelo em SC
Tubarão martelo em SC
(Foto: )

Você sabia que já foi encontrado um tubarão de 3 metros em Santa Catarina em 2019?

Em outubro de 2019, encontraram um exemplar de tubarão-martelo fêmea, que já estava morta, na Praia da Sepultura em Bombinhas. Ela media por volta de uns 3 metros de comprimento, pesava 211 kg e estava grávida de 23 filhotes.

Pertencente ao Gênero Sphyrna, esse animal estranho de SC não é agressiva e raramente ataca seres humanos, estando algumas espécies de tubarão-martelo em risco de extinção em virtude da caça predatória ou por lazer.

> Capivara é removida de lago na Praça do Congresso, no Centro de Criciúma

7 - Peixe-lua

Peixe-lua em SC
Peixe-lua em SC
(Foto: )

A praia de Itapoá recebeu um visitante bem ilustre em 2014, trata-se do peixe-lua (ou Mola mola), a maior espécie de peixe ósseo existente no mundo.

Esse exemplar media 1 metro e meio e pesava aproximadamente 230, porém essa espécia pode facilmente chegar aos três metros e pesar 2300 kg.

Uma curiosidade desse animal estranho visto em SC é que eles crescem mais rápido do que qualquer vertebrado, crescendo 60 milhões de vezes em tamanho desde que eclodem.

> Jacaré invade campo de futebol, dá susto nos jogadores e interrompe treino; veja vídeo

8 - Papagaio-cinzento

Papagaio-cinzento
Papagaio-cinzento
(Foto: )

Também conhecido como papagaio-do-congo ou papagaio-do-gabão, um exemplar dessa ave africana foi encontrada por um morador de Joinville em 2011, sendo levada depois para Parque Zoobotânico de Joinville, onde ela seria resgatada pelo seu dono.

Assim como outros papagaios, o papagaio-cinzento é capaz de vocalizações avançadas, sendo capaz de imitar sons e vozes humanas, sendo mantido como animal de estimação pelas pessoas em diferentes países.

> Lobo-marinho é avistado no costão da Praia da Joaquina, em Florianópolis

9 - Preá-de-moleques-do-sul

Preá-de-moleques-do-sul
Preá-de-moleques-do-sul
(Foto: )

Sem cauda, com orelhas bem curtas e o corpo robustos, os preás-de-moleques-do-sul são a té hoje tema de estudo científico sobre como conseguiram sobreviver por mais de ão o habitat de um dos animais mais raros do mundo: o preá-de-moleques-do-sul.

Além de ser encontrado somente nessas ilhas, a Cavia intermedia, que é o nome científico desse animal, é a única espécie desse gênero que possui uma quantidade de cromossomos diferentes, resultado de ser o mamífero com a menor distribuição geográfica do planeta.

Sem cauda, com orelhas bem curtas e o corpo robustos, os preás-de-moleques-do-sul são até hoje tema de estudo científico sobre como conseguiram sobreviver por mais de 8 mil anos confinados apenas nessa região.

> Cachalote-pigmeu grávida é encontrada morta na Praia do Cardoso, em Laguna

10 - Gato-maracajá

Gato-maracajá
Gato-maracajá
(Foto: )

Já pensou dar de cara com um pequeno felino selvagem e ameaçado de extinção no galinheiro da sua fazenda ou sítio? 

Foi o que aconteceu em agosto de 2019, quando encontraram um gato-maracajá em um galinheiro em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina.

Felino de hábitos noturnos e solitários, o gato-maracajá possui grande capacidade para saltar, podendo caminhar na ponta dos galhos dos arbustos, e tem uma expectativa de vida de aproximadamente 13 anos.

> Em Portugal, cães e gatos adotados têm descontos em veterinários

11 - Nova espécie de lagostim

Nova espécie de lagostim
Nova espécie de lagostim
(Foto: )

A área da Fazenda Experimental da Ressada, pertencente a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), virou palco de uma experiência científica inédita em 2019: a descoberta de uma nova espécie de lagostim

O habitat desse animal fica basicamente no bairro Tapera, no Sul de Florianópolis, ele é um animal pequeno, cabendo na palma da mão, e costuma viver em tocas subterrâneas em locais alagadiços, cursos d'água e áreas úmidas.

> Vídeo: jacaré reage à aproximação de morador em Laguna, no Sul de SC

12 - Ave Guará

Ave Guará
Ave Guará
(Foto: )

Depois de 200 anos as aves Guarás voltaram a aparecer em Florianópolis em 2019, já que desde 1773 elas não apareciam em nenhuma localidade da Capital de Santa Catarina.

Vistam em novembro de 2019 nas regiões de manguezal no Saco dos Limões, Itacorubi, Daniela, Reserva do Pirajubé e na Estação Ecológica de Carijós, essas aves possuem uma coloração vermelho escarlate e se alimentam quase que exclusivamente de pequenos carangueijos.

> Vaca pendurada a 50 metros de altura mobiliza complexo resgate dos bombeiros em Ituporanga

13 - Mero gigante

Mero gigante
Mero gigante
(Foto: )

Em 2012, foi encontrado morta na Beira Mar Norte, próxima a Ponte Hercílio Luz, uma fêmea de mero gigante, uma das maiores espécies de garoupa do mundo. 

Esse exemplar encontrado em Florianópolis tinha aproximadamente 400 kg, 2,5 metros de comprimento e guardava dentro de si 18 quilos de ovas.

Esse peixe do Atlântico tem sua pesca proibida, já que está em risco de extinção, e costuma viver em zonas costeiras, onde gosta de transitar entre corais e espaços rochosos.

> Carneiro ataca e derruba casal de idosos de altura de 40 metros em SC

14 - Leão-marinho-sul-americano

Leão-marinho
Leão-marinho
(Foto: )

Em 2016, moradores da Praia da Palmeiras, no bairro Coqueiros região continental de Florianópolis, receberam uma visita ilustre: a de um leão-marinho-sul-americano.

Policiais da polícia ambiental foram requisitados na época e afirmaram que o animal provavelmente subiu na pedra para descansar um pouco, mas que a presença dela não oferecia risco a população local.

Podendo viver entre 18 e 20 anos, o leão-marinho-sul-americano são animais migratórios, quase sempre sendo os indivíduos machos os que migram, e possuem uma dieta que tem como base diferentes espécies de peixes.

> "Desde pequena ela sempre foi meio maluca", diz dono de vaca que ficou presa no telhado em SC

15 - Baleia Bicuda-de-cuvier

Bicuda-de-cuvier
Bicuda-de-cuvier
(Foto: )

Em fevereiro de 2020, um baleia da espécie bicuda-de-cuvier foi vista morta na praia da Guarda do Embaú, em Palhoça. Tratava-se de um macho adulto com 6,2 metros de comprimento.

Esta foi a primeira vez que um animal dessa espécie foi avistado em Santa Catarina, uma curiosidade dessa espécia é que apesar dela ser classificada como uma baleia, ela na verdade sempre pertenceu ao grupo dos golfinhos.

O alimento favorito dessas baleias são as lulas, apesar de se alimentarem também de peixes e crustáceos. Apesar de precisar de oxigênio para sobreviver, como qualquer mamífero, elas podem passar cerca de 3 horas e 42 minutos embaixo da água, subindo para respirar apenas 2 minutos na superfície, entre diferentes mergulhos.

> Vaca enrola o próprio rabo em árvore e fica presa no Oeste de SC: "nunca tinha visto isso", diz dono

16 - Tigre branco

Tigre Branco
Tigre Branco
(Foto: )

Encerramos agora nossa lista dos animais mais estranhos e raros de SC com os três filhotes de tigre branco que nasceram no Zoológico do Beto Carrero em Penha/SC, no ano de 2019.

Inédito no Brasil, essa foi a primeira vez que a reprodução dessa espécie em cativeiro foi bem sucedida.

Colunistas