nsc
an

Oportunidade

Carros, celulares e eletrônicos apreendidos em SC e PR são leiloados pela Receita Federal

São 286 lotes compostos por mercadorias com valor total estimado em R$ 31,2 milhões

10/05/2021 - 11h06 - Atualizada em: 10/05/2021 - 14h01

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Celulares estão entre as mercadorias em leilão pela Receita Federal
Celulares estão entre as mercadorias em leilão pela Receita Federal
(Foto: )

Celulares, carros e eletrônicos apreendidos em cidades do Norte de Santa Catarina e no Paraná estão sendo leiloados pela Receita Federal. O prazo para propostas foi aberto nesta segunda-feira (10) e podem participar pessoas físicas e jurídicas. São 286 lotes compostos por mercadorias com valor total estimado em R$ 31,2 milhões.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Todos os produtos leiloados foram aprendidos em seis unidades da Receita Federal: Cascavel (PR), Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Itapoá (SC), Joinville (SC) e Maringá (PR). Fotos e valores dos produtos estão disponíveis no site da Receita Federal.

Dos 286 lotes, 186 têm concorrência restrita apenas a pessoas jurídicas por serem de mercadorias que podem ser destinados à revenda ou ter uso comercial. Como exemplo, estão simuladores computadorizados de direção utilizados em autoescolas, que serão leiloados pela unidade de Itajaí.

As pessoas físicas que quiserem participar do certame têm um limite na quantidade de lotes para os quais podem apresentar propostas. Os limites são de até dois lotes do tipo “veículo”; até dois lotes de “videogame”; até dois lotes de “relógio/parte”; um lote de “moto aquática”; e um lote de “embarcação”.

Entre os veículos, 21 estão com restrição judicial para circulação, além de outros veículos que apresentam problemas mecânicos ou avarias. A responsabilidade por levantar essas informações é dos arrematantes, que podem visitar os lotes para verificar as condições dos produtos.

As propostas podem ser apresentadas até o dia 17, às 21 horas. Em 18 de maio, às 10 horas, as propostas serão reveladas e terá início a sessão pública de lances para os lotes em que a concorrência foi mais acirrada, conforme as regras do leilão.

> Declaração do Imposto de Renda 2021 é prorrogada para maio

Carro em leilão da Receita Federal
Entre as mercadorias em leilão, estão carros apreendidos pela Receita Federal
(Foto: )

Como funciona o leilão 

 Os interessados em adquirir mercadorias nos leilões da Receita Federal podem acessar o site do órgao e clicar no link Leilão, onde terão mais informações sobre os editais abertos e os procedimentos necessários para participação. Os lances são realizados através de sistema disponibilizado na Central de Atendimento Virtual ao Contribuinte (Portal e-CAC). 

É importante frisar que a maneira mais segura de acessar o leilão é pela página da Receita Federal. Em outras ocasiões, golpistas tentam se passar pela página de leilões da Receita Federal. Para evitar cair em fraudes, é importante lembrar que o domínio de acesso oficial da Receita Federal sempre terminará em gov.br, e que todos os pagamentos são realizados através do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), sem necessidade de transferências ou depósitos adicionais.

O leilão da Receita é composto de até duas etapas. Na primeira, às cegas, os interessados apresentam suas propostas e são considerados vencedores os maiores lances, caso não haja outros lances iguais ou superiores a 90% da maior oferta. Se houver lances próximos, todos os que se enquadrem em tal condição estarão classificados para a segunda etapa, onde poderão aumentar suas propostas e vencer o certame. Esta sessão pública ocorrerá no dia 18 de maio.

Leia também

> Joinville abre agendamento da vacina contra a Covid-19 para pessoas com comorbidades

> Moisés descarta novas restrições por Covid em SC e defende mais fiscalização

Colunistas