nsc
    santa

    DESRESPEITO NO LITORAL

    Casal que fez sexo em público no Caixa d’Aço depõe e pede desculpas

    Influenciadoras digitais que também teriam praticado ato obsceno são identificadas pela polícia

    25/03/2021 - 16h35 - Atualizada em: 12/04/2021 - 15h31

    Compartilhe

    Brenda
    Por Brenda Bittencourt
    Vídeos foram flagrados por integrantes de outras lanchas que estavam ao redor
    Vídeos foram flagrados por integrantes de outras lanchas que estavam ao redor
    (Foto: )

    O casal que fez sexo em público em uma lancha na região do Caixa d’Aço, em Porto Belo, foi ouvido pela Polícia Civil e pediu desculpas. Eles foram identificados após uma investigação. Vídeos circularam pela internet em fevereiro deste ano, mesma época em que uma força-tarefa de fiscalização foi criada para evitar atos obscenos, aglomerações e perturbação do sossego de quem mora próximo ao local.

    > Casos de drogas, sexo em público e perturbação no Caixa d'Aço têm alta de 18%

    > Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp. Clique aqui.

    A polícia conversou com eles via videoconferência, tendo em vista que o casal é de São Paulo. As cenas que viralizaram foram flagradas por pessoas que estavam em outras embarcações na mesma região. A força-tarefa apertou o cerco no local, teve acesso aos vídeos e lavrou um termo circunstanciado com as pessoas identificadas. 

    > Empresa oferece R$ 13 mil para quem aceitar detox digital de 24h

    Segundo a delegada Luana Backes, os dois assumiram a responsabilidade do ato e alegaram que as lanchas próximas seriam também de casais de swing. Conforme ela, os dois acreditavam que por ocupantes de lanchas vizinhas também praticarem o ato ninguém na volta se sentiria incomodado. 

    A delegada disse que eles pediram desculpas pelo inconveniente e o caso agora aguarda audiência. Os dois irão responder pelo crime de contravenção penal de ato obsceno com pena prevista de três meses a um ano de prisão, ou multa.

    > Homem assassinado por uso de máscara deixou carreira militar para se dedicar ao mercado em Itapema

    Influenciadoras identificadas

    As três influenciadoras digitais também flagradas em vídeos praticando ato obsceno na região do Caixa d’Aço foram identificadas pela polícia. Em fevereiro, de acordo com uma publicação feita nas redes sociais de uma das influenciadoras, uma delas estaria na lancha para comemorar o aniversário. As três foram flagradas semi-nuas. Os vídeos também viralizaram. A polícia segue tentando depoimento das três mulheres. Elas também podem responder por crime de contravenção penal de ato obsceno.

    Ocorrências de perturbação de sossego, sexo em público e uso de drogas são constantes na região do Caixa d’Aço. Os órgãos de segurança montaram uma força-tarefa para coibir tais crimes e práticas no local. A equipe foi composta pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, Secretaria de Segurança Pública de Porto Belo, Guarda Municipal, Fundação do Meio Ambiente e Judiciário.

    A força-tarefa mantém as fiscalizações no local durante os feriados quando há aumento do fluxo de turistas na região.

    Leia também:

    > Casos de drogas, sexo em público e perturbação no Caixa d'Aço têm alta de 18%

    > Jovem se desequilibra durante brincadeira e morre ao cair em lago de parque em Camboriú

    > Aposta feita no Vale do Itajaí ganha quase R$ 2 milhões na loteria

    > Suspeito de matar homem após discussão por uso de máscara em Itapema é preso

    > Homem que confessou matar companheira em Itapema segue foragido um ano após crime

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas