O preço médio da cesta básica de Florianópolis foi de R$ 772 em maio, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O valor é menor do que o registrado em abril, quando fechou em R$ 788. Ainda assim, segue o segundo mais alto do país. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias do DC via Telegram

A cesta básica, composta por 13 itens, baixou de preço nas capitais do Brasil em maio, com exceção de Salvador. O valor mais alto foi registrado em São Paulo (R$ 777).

Segundo a Dieese, o tomate foi o alimento que teve a maior queda de preço, por conta da maior oferta do produto, em meio ao avanço da safra de inverno. Já o preço do quilo do pão francês subiu em todas as cidades pelo segundo mês consecutivo, assim como a farinha de trigo. 

A baixa disponibilidade interna do grão, a menor produção de trigo na Argentina e na Ucrânia e a preocupação com a menor oferta mundial resultaram em aumento dos preços, com repasse para a farinha e o pão francês, informou a Dieese.

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Alimentação x salário mínimo

Em Florianópolis, a cesta básica representou 68,87% do salário mínimo no mês passado, que atualmente está em R$ 1.212. 

Ao incluir também o gás de cozinha nessa conta, que segundo a última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), está custando, em média, R$ 120 em Santa Catarina, o valor médio gasto por uma família catarinense com alimentação em maio foi de R$ 893. Ou seja, 73% do salário mínimo.

Vídeo mostra diferença entre compras na última década

Leia também

Covid, varíola dos macacos e mais: por que estamos registrando “boom” de doenças?​

Continua depois da publicidade

O inacreditável acontece e lotérica de Blumenau onde saíram 2 prêmios da Mega-Sena ganha mais uma bolada​

Em 10 anos, cai 37% número de alimentos que podem ser comprados com R$ 100 em SC; compare carrinhos

Destaques do NSC Total