nsc
dc

Pandemia

Chá de bebê com aglomeração e pessoas sem máscara é encerrado pela polícia em Chapecó

Segundo a PM, havia 22 pessoas no evento e algumas consumiam bebida alcoólica na rua

14/03/2021 - 10h35

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Policiais em abordagem aos participantes do chá de bebê em Chapecó
Polícia Militar flagrou o chá de bebê na noite do último sábado (13)
(Foto: )

Um chá de bebê com aglomeração e pessoas sem máscara foi encerrado pela Polícia Militar em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. O flagrante aconteceu por volta das 22 horas do último sábado na travessa Colônia, no bairro Presidente Médice.

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

A PM foi chamada por meio da central de emergência e foi até o local indicado pela denúncia. Os policiais encontraram 22 pessoas em aglomeração, sem uso de máscara e que consumiam bebida alcoólica na rua. Segundo a polícia, alguns apresentavam sintomas de embriaguez.

Os participantes do evento relataram que estavam no local para um chá de bebê e a maioria havia sido dispensada do trabalho por causa das restrições estabelecidas pelo decreto estadual. O mesmo regramento do governo do Estado proíbe a realização de eventos sociais públicos ou privados.

Com isso, a polícia autuou os integrantes do chá de bebê pelo crime de infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Os envolvidos aceitaram assinar o termo de compromisso para comparecer em juízo.

> Jovens filmam própria festa clandestina, viralizam e Guarda encerra aglomeração em Florianópolis

O chá de bebê ocorria no mesmo dia em que foi divulgado o mapa de risco atualizado pelo governo do Estado. Todas as regiões, incluindo o Oeste catarinense, apareceram em risco gravíssimo pela terceira semana consecutiva.

Chapecó já registrou 402 mortes por coronavírus e 28.777 casos confirmados desde o início da pandemia, de acordo com os dados atualizados pelo Estado no último sábado (13).

Leia também

> Variante britânica do coronavírus pode estar circulando em SC; casos são investigados

> SC tem 113 novas mortes por coronavírus e mais 4,4 mil casos confirmados

Colunistas