nsc
dc

Óbito

Chapecó confirma 10ª morte por dengue neste ano

Município registra segundo maior número de casos da doença no Estado

08/06/2022 - 17h43 - Atualizada em: 09/06/2022 - 13h33

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Ferrarez
Detalhes sobre a vítima ainda não foram divulgados pela prefeitura
Detalhes sobre a vítima ainda não foram divulgados pela prefeitura
(Foto: )

Chapecó confirmou mais uma morte por dengue no ano. Um homem, de 66 anos, que estava entre os suspeitos. Com isso, o município já contabiliza dez óbitos pela doença. A informação foi confirmada pela prefeitura, que não passou detalhes sobre a vítima. Ele morreu em 21 de maio mas teve a morte confirmada nesta quarta-feira (8).

Receba notícias do DC via Telegram

Na última sexta-feira (3), a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) confirmou 54 mortes pela doença no ano. Desde então, além do óbito de Chapecó, uma moradora de Joiville, de 66 anos, teve a dengue confirmada como causa da morte. 

O número total de mortes pela doença é o maior da história. Em seis meses, 2022 registrou sete vezes mais óbitos pela doença em relação a 2021.

SC precisa vacinar 40% da população contra a gripe em 20 dias para atingir objetivo de 2022

De acordo com o boletim da Dive, até o momento, 100 mil casos da doença já foram notificados no Estado, sendo que 53 mil foram confirmados. O superintendente em Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, afirma que os números são 200% maior do que o registrado no último ano.

Chapecó é a segunda cidade com maior número de casos confirmados, 4.950 até sexta (3). A região Oeste é também a com mais cidades em situação de emergência para a doença no Estado. 

Colunistas