As fortes chuvas que atingem Santa Catarina há cerca de cinco dias já causam transtornos em todas as regiões. O governo estadual, inclusive, decretou situação de emergência nesta quinta-feira (1º). Rodovias federais e estaduais apresentam pontos de alagamento e quedas de barreira. Na Grande Florianópolis, aulas e linhas de ônibus foram suspensas, e moradores estão ilhados. Além disso, ao menos duas mortes foram registradas, 882 pessoas estão desalojadas e 195 desabrigadas.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil estadual, 17 municípios já decretaram situação de emergência. São eles:  Araquari, Joinville, São Bento do Sul, Luiz Alves, Corupá, Guaramirim, Rio dos Cedros, Campo Alegre, Santo Amaro da Imperatriz, Benedito Novo, Palhoça, Rancho Queimado, São José, Águas Mornas, Antônio Carlos, Armazém e Anitápolis. Os municípios de Timbó, São José, Schroeder e Brusque estão providenciando documentos para o decreto.

Em Navegantes, um bombeiro militar desapareceu nas margens do Rio Itajaí-Açu após tentar retirar um corpo na água. Na Serra, bombeiros em São Joaquim fazem buscas de um homem que também sumiu no Rio Pelotas.

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina informou, em boletim divulgado nesta quinta-feira, que mais de 350 pessoas foram atendidas nas últimas 24 horas. No momento, a região mais atingida é a Grande Florianópolis, principalmente nas cidades de Santo Amaro da Imperatriz, São José e Palhoça.

Continua depois da publicidade

Forças-tarefas foram acionadas para atender a população na região, e também em São João Batista e Tubarão.

Em 5 dias, choveu quase cinco vezes mais do que o esperado para o mês em cidade de SC

Em Florianópolis, segundo um levantamento da Defesa Civil, há cerca de 70 áreas de risco para deslizamentos e alagamentos. Diversas ruas da capital catarinense registraram alagamentos durante a noite desta quarta (30) e a madrugada desta quinta-feira (1º). Linhas de ônibus que circulam em regiões de morro foram suspensas.

A Defesa Civil do município atuou em 34 deslizamentos de terra e realizou 9 interdições de casas e propriedades nas últimas 24 horas. No total, foram 81 pontos de alagamentos pela cidade. O município está com 26 desabrigados e mais de mil desalojados.

Também há alagamentos nos municípios de Palhoça, São José e Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis. A Secretaria de Estado da Educação (SED) suspendeu as aulas em decorrência das chuvas fortes. São José e Florianópolis também suspenderam as atividades escolares na rede municipal.

Continua depois da publicidade

Em nota, a Casan informou que a força da água do rio Imaruí, entre São José e Palhoça, deslocou uma adutora de água tratada. Com isso, o abastecimento em Palhoça, São José, Biguaçu e Florianópolis está prejudicando.

Também há problemas na captação que prejudicam os municípios de Águas Mornas, Santo Amaro da Imperatriz, Angelina e Antônio Carlos.

Ao menos duas mortes são registradas

Ao menos duas mortes foram registradas em decorrência das chuvas em Santa Catarina. No município de Palhoça, um homem morreu na manhã desta quinta-feira ao tentar atravessar uma área alagada no bairro Jardim Eldorado. Ele teria sido eletrocutado ao tentar se agarrar em um fio energizado.

Já em Brusque, no Vale do Itajaí, um homem morreu após ser soterrado por um deslizamento de terra no bairro Poço Fundo. A equipe de socorro foi chamada para o resgate pouco antes das 7h, e uma hora depois ainda trabalhava no local para retirar o corpo. Ainda não há informações sobre a identidade do homem.

Continua depois da publicidade

Deslizamento de terra em Brusque mata homem
Deslizamento de terra em Brusque mata homem – (Foto: Reprodução, Rádio Cidade)

Chuva também causa estragos no Norte e no Sul

Os alagamentos também atingem municípios na região Norte de Santa Catarina. A Serra Dona Francisca, que liga Joinville a São Bento do Sul, segue interditada devido ao risco de desabamentos.

Além disso, a BR-376, que liga o estado catarinense e o Paraná, também está com o trânsito interrompido devido ao deslizamento que soterrou carros e caminhões na noite de segunda-feira (28).

A cabeceira da Ponte da Trindade que liga as cidades de Schroeder e Jaraguá do Sul no Norte de Santa Catarina desabou na noite de terça-feira (29). 

No Sul do Estado, a chuva elevou o nível do rio Tubarão. Isto causou alagamentos em diferentes pontos do município.

Continua depois da publicidade

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), três rodovias têm pontos de interdição: o km 232, no Morro dos Cavalos, na BR-101; no km 23 e entre Águas Mornas e Rancho Queimado, na BR-282; e na Serra de Corupá, na BR-280.

Já na BR-116, há um fluxo grande de veículos, com formação de filas e motoristas parados por horas entre Papanduva e a Serra do Espigão, em Monte Castelo. A rodovia tem servido como rota alternativa para motoristas que seguem para o Paraná.

Já nas rodovias estaduais são onze trechos afetados em quatro regiões. As situações mais críticas estão nas SC-108, em Nova Trento, na SC-405, em Florianópolis, e na Serra Dona Francisca, entre Joinville e São Bento do Sul. (confira a lista completa abaixo)

SC continua em alerta

A Defesa Civil de Santa Catarina divulgou um novo alerta para a ocorrência de temporais entre a tarde desta quinta (1º) e sexta-feira (2). O motivo é a umidade combinada com aquecimento diurno, o que causa chuvas principalmente nas regiões Sul, Planaltos, Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

Continua depois da publicidade

Por isso, há previsão de chuva pontualmente intensa com raios, rajadas de ventos e eventual queda de granizo, com risco alto para ocorrências.

Confira as rodovias de SC afetadas pela chuva:

Grande Florianópolis

SC-281, São Pedro de Alcântara

  • Via com pontos de interdição total por alagamento e queda de barreira e outros em meia pista
  • Rota alternativa: SC-407, município de Antônio Carlos

SC-108, Angelina/Rancho Queimado

  • Trânsito em meia pista;
  • Deslizamento no km 220.

SC-108, Angelina

  • Tráfego permitido apenas para carros pequenos;
  • Queda de encosta, limpeza em andamento no km 187.

SC-435, Águas Mornas/São Bonifácio

  • Tráfego em meia pista
  • Escorregamento no KM 20+600, equipe da SIE realiza limpeza

SC-435, Águas Mornas/São Bonifácio

  • Tráfego em meia pista;
  • Escorregamento no KM 20+600, equipe da SIE realiza limpeza.

SC-405, Rio Tavares

  • Tráfego interrompido na altura do elevado que sai para o Campeche, a alternativa é seguir pelo acesso ao aeroporto.

Vale

SC-108 na localidade de Indaiá, no município de Nova Trento

  • Vários trechos em meia pista;
  • Deslizamento de terra

SC-110 – Serra de Pomerode, Vale

  • Trânsito lento em alguns pontos;
  • Queda de barreiras.

SC-410 – São João Batista e Canelinha

  • Trânsito bloqueado e em meia pista em diversos trechos;
  • Alagamentos em pontos diversos entre os KMs 20 e 26;
  • Queda de barreira no KM 16,200,em Canelinha.

Continua depois da publicidade

SC-486, entre Brusque e Itajaí

  • Trânsito em meia pista
  • Alagamento no KM 18,550

Norte

SC 477, Doutor Pedrinho

  • Trânsito lento, mas liberado;
  • Queda de barreira no acostamento, situação é monitorada.

SC-418, Serra Dona Francisca, no Norte de SC

  • Trânsito em meia pista no KM 41
  • Uma das três pistas do KM 17 está interditada, mas tráfego segue nos dois sentidos
  • Tráfego deve ser interditado à noite por questão de segurança
  • Equipes seguem trabalhando na limpeza e recuperação da rodovia – houve quedas de barreiras e rachaduras e rompimento de pista

Sul

SC-108, comunidade de Taipa, em São Ludgero

  • Trânsito em meia-pista
  • Perda de pista no KM 343

SC-370, localidade de Aiurê, Grão-Pará

  • Trânsito em meia pista
  • Trincas na rodovia sendo monitoradas no KM 108

SC -435 Armazém/São Martinho

  • Trânsito bloqueado em diversos trechos
  • Pontos de alagamento em Gravatal, São Martinho e Armazém

Leia também:

Florianópolis tem 70 áreas de risco, mas chuva deixa toda cidade em alerta, diz Defesa Civil

Preocupado em preservar vidas, diz prefeito de Florianópolis diante de caos causado por chuva

Destaques do NSC Total