Prejuízo incalculável. Essa é a definição do governador Jorginho Mello (PL) a respeito dos estragos causados pela chuva em Santa Catarina. O fenômeno, que atinge o Estado desde quarta-feira (15), causou dados em dezenas de municípios e duas mortes. A previsão é de que o tempo permaneça chuvoso até a tarde deste sábado (17).

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (17), o chefe do executivo catarinense afirmou que 180 municípios tiveram estragos, como alagamentos e deslizamentos, desde outubro. Só em novembro, 22 já foram atingidos.

FOTOS: Chuva em SC causa mortes e enchentes, interdita rodovias e tem queda de granizo

Todos esses danos já causaram bilhões em prejuízos para diversos setores da economia. Só na agricultura, segundo o governo estadual, foram R$ 3 bilhões.

Continua depois da publicidade

Apesar disso, os esforços seguem concentrados para garantir o bem-estar dos moradores. A principal preocupação está no Vale do Itajaí, onde os níveis dos rios não param de subir. Em Rio do Sul, por exemplo, a água pode atingir os 13 metros, enquanto em Blumenau a previsão é de 12 metros.

— A gente está muito preocupado, tentando passar informações para as pessoas, porque vai continuar chovendo até amanhã e o volume esperado é de 110, 140 milímetros, e não tem como absorver [a água da terra] […]. É uma situação muito difícil que precisamos enfrentar — afirma.

Ainda de acordo com Jorginho Mello, o principal ponto de atenção está na região do Meio-Oeste catarinense, em Concórdia e Joaçaba. Nas últimas horas, o alto volume de chuva causou deslizamentos e alagamentos em diversos pontos.

— Nós já gastamos R$ 20 milhões com ajuda humanitária para abrigos, colchões, roupas e tudo aquilo que a gente tem que alcançar. A dedicação e o carinho que tem se dado para as pessoas tem sido cada vez mais intenso. A diferença que salvou muitas vidas foi ter avisado as pessoas. A gente precisa estar atento para ter essa mesma situação — pontua.

Continua depois da publicidade

Chuva segue até sábado

A formação de uma nova frente fria no oceano, juntamente com áreas de baixa pressão e o fluxo de calor e umidade da região amazônica, manterá as chuvas persistentes e volumosas neste sábado (18), concentrando-se principalmente nas regiões de divisa com o Rio Grande do Sul. Temporais podem ocorrer em todo o Estado ao longo do dia.

Após o período crítico do final de semana, entre domingo (19) e segunda-feira (20), espera-se a influência de uma área de alta pressão, proporcionando tempo firme, com aparições de sol com nuvens em Santa Catarina. As temperaturas nas manhãs estarão mais baixas nos planaltos e regiões serranas, e amenas nas demais regiões.

Confira imagens da chuva em SC

Leia também

Estádio de futebol fica embaixo d’água em Rio do Sul

Rio transborda e água da chuva invade parque no Oeste de SC

Destaques do NSC Total