nsc
dc

Tempo

Cidade da neve em SC, São Joaquim tem maior temperatura de janeiro em 58 anos

São Joaquim, na Serra Catarinense, teve calor recorde para o mês de janeiro

04/01/2022 - 12h00

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
São Joaquim registou 30°C no dia 2 de janeiro deste ano
São Joaquim registou 30°C no dia 2 de janeiro deste ano
(Foto: )

Conhecidas nacionalmente pelo frio e neve, cidades da Serra catarinense têm registrado temperaturas elevadas no verão. São Joaquim, por exemplo, bateu recorde com máxima de 30°C no último domingo (2). Isso não acontecia no município em janeiro desde 1963, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

O calor no município tem superado o de cidades como Florianópolis, Blumenau, Criciúma e Joinville.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O meteorologista da Epagri/Ciram Marcelo Martins explica que isso acontece porque o Litoral tem tido dias nublados e com vento. Isso, segundo o especialista, faz com que as temperaturas não subam muito.

— Tem ficado constantemente nublado, muito vento sul e sudeste aqui no Litoral, por isso as temperaturas não têm subido muito. Isso tem acontecido também em Joinville, por exemplo. Percebemos que lá é sempre muito calor... é comum dar 37°C, 38°C, 39°C, 40°C e até agora nada. Não teve uma temperatura tão alta assim, mas da Serra, Meio-Oeste, Oeste, todo dia acima de 30°C. Então mais ensolarado, mais seco, a temperatura, claro, acaba subindo — explica Marcelo.

Ao longo do mês de dezembro, São Joaquim já registrou temperaturas na casa dos 30°C. O mesmo aconteceu em Lages, Urupema, Bom Retiro e Rio Rufino.

No dia 21 de dezembro, por exemplo, enquanto Florianópolis registrou 28°C, São Joaquim teve máxima de 33°C. Na mesma data, Lages chegou aos 32°C. O mesmo aconteceu durante toda a última semana de dezembro.

— Todo mundo pensa que só o Oeste é muito quente ou que só o Litoral, mas a Serra também é igual — pontua Marcelo.

Recorde de temperatura em São Joaquim

O meteorologista do Inmet Guilherme Barcelos da Silva explica que até 2017, o órgão nacional tinha uma estação convencional em São Joaquim. A unidade foi desativada e uma nova estação, agora automática, foi instalada no mesmo local. Assim, as medições foram feitas por equipamentos diferentes.

Considerando as medições das duas unidades, a temperatura registrada em São Joaquim no último domingo foi a quarta mais alta da história do município em janeiro.

  • 30,8°C em 04/01/1958 (registrada pela estação convencional)
  • 30,6°C em 04/01/1963 (registrada pela estação automática)
  • 30,4°C em 06/01/1963 (registrada pela estação convencional)
  • 30,0°C, em 02/01/2021 (registrada pela estação automática)

Leia também 

Recorde de frio em SC: confira as menores temperaturas registradas na história

FOTOS: Serra de Santa Catarina registra temperaturas negativas e formação de sincelo

Frio forte e neve: o que os catarinenses podem esperar da previsão do tempo

Colunistas