nsc
dc

Sem chuva

Cidades de SC adotam rodízio de abastecimento de água por conta da estiagem

Situação afeta municípios do Oeste catarinense. Em Chapecó, maior cidade da região, racionamento começou no domingo (1°)

03/11/2020 - 08h11

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Estiagem em Chapecó
Principal manancial de Chapecó, o lajeado São José está praticamente seco
(Foto: )

Cidades do Oeste de Santa Catarina adotaram rodizio de abastecimento de água por causa da estiagem. Não há perspectiva de chuva significativa, e ao menos três municípios já adotaram o rodízio. Um deles é Chapecó, a maior cidade da região, que iniciou o racionamento no domingo (1°).

> Chapecó amplia medidas de restrição após alto de casos graves de covid-19

Em Seara e Maravilha, a medida também foi adotada. O rodízio é feito pela Casan Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

Em Chapecó, o racionamento atinge inicialmente 12 bairros: Engenho Braun, Jardins, São Cristóvão, Boa Vista, Bom Pastor, São Pedro, Bela Vista, Líder, Vila Real, Esplanada, Monte Belo e Santa Maria. Por enquanto, não há previsão de quando o abastecimento será normalizado.

O motivo do rodízio é a situação dos lajeados que abastecem o município. Principal manancial da cidade, o lajeado São José está praticamente seco. No lajeado Rio Tigre, a situação é um pouco melhor, mas não para sanar o problema de distribuição de água.

> Em site especial, saiba tudo sobre as eleições municipais 2020

— Devido à queda na vazão de água que entra no lajeado São José, tivemos que reduzir a vazão de captação de água do município de Chapecó. Cerca de 20% a 30% de redução nessa captação. Ou seja, estamos retirando 250 litros por segundo do lajeado Rio Tigre e do lajeado São José, apenas 180 à 200 litros por segundo. Uma redução de 430 mil litros por hora — explicou o superintendente regional da Casan, Daniel Scharf.

Sem nenhum sinal de chuva, a orientação é economizar água para garantir que todos tenham, pelo menos, por 12 horas, o abastecimento garantido.

> Daniela dá sinais de que governo cede à pressão e vai recuar no combate à Covid-19 em SC

Para esta terça (3), a previsão é de calor no Oeste, com sol e temperaturas podendo chegar a 29°C. A condição deve continuar também na quarta (4). De acordo o meteorologista da NSC Leandro Puchalski, não há previsão de chuva significativa para a região nesta primeira quinzena de novembro.

Colunistas