Um grupo de pesquisadores japoneses catalogou uma nova espécie marinha. Ela foi batizada de “panda-esqueleto-do-mar”, uma minúscula criatura com apenas dois centímetros de comprimento que tem uma aparência única, a qual algumas pessoas acharam fofa e outras um tanto assustador. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

O apelido “panda-esqueleto-do-mar” foi escolhido por causa de sua leve semelhança com os ursos pandas, também nativos do continente asiático. Oficialmente, a nova espécie irá se chamar Clavelina ossipandae.

A espécie já vinha chamando a atenção dos mergulhadores que visitavam a ilha japonesa de Kumejima há pelo menos sete anos, mas nunca havia sido estudada por cientistas. Em 1º de janeiro deste ano, os pesquisadores publicaram um artigo com a descoberta na revista científica Species Diversity.

Naohiro Hasegawa, autor principal do novo artigo, explica o que são as partes brancas e pretas do panda-esqueleto-do-mar:

— As partes brancas que parecem ossos são os vasos sanguíneos que correm horizontalmente pelas guelras das ascídias. As partes pretas da cabeça que parecem os olhos e o nariz de um panda são apenas um padrão, e não sabemos realmente por que existe esse padrão — diz Hasegawa.

Continua depois da publicidade

*Sob supervisão de Andréa da Luz

Leia também

Agricultura volta a impulsionar crescimento de cargas após recorde histórico em porto de São Francisco do Sul

Joinville Vôlei anuncia projeto social com aulas para crianças de escola municipal

De torcedor a esperança do JEC, prata da casa volta ao time do coração para realizar sonho

Destaques do NSC Total